O Comité Executivo (CE) do Comité Olímpico Internacional (COI) decidiu esta quarta-feira manter o mês de dezembro 2020 como o prazo para confirmar o programa desportivo e as quotas de atletas para os Jogos Olímpicos Paris 2024, incluindo as quatro modalidades adicionais propostas pelo Comité Organizador: breakdance, skate, escalada e surf. Esta decisão seguiu a recomendação feita pela Comissão do Programa Olímpico, depois de ter ouvido os Atletas, Federações Internacionais, Comités Olímpicos Nacionais e o Comité Organizador de Paris 2024.

O CE do COI sublinhou que a decisão final deve ser baseada nos seguintes princípios-chave previamente estabelecidos:

– Redução da quota geral de atletas para 10 500;

– Atingir a igualdade de género nos Jogos Olímpicos, por prova e disciplina, sempre que possível;

– Dar prioridade a novos eventos que possam acomodar os atletas segundo as quotas existentes para cada modalidade; e

– Novos eventos só devem ser realizados se já existirem as instalações.

“A situação excecional causada pela COVID-19 requer medidas excecionais. Portanto, qualquer decisão referente ao programa de Paris 2024 deve refletir a Agenda Olímpica 2020, incluindo uma nova fase da ‘Nova Norma’. O CE do COI reiterou a importância vital de reduzir os custos e a complexidade de sediar os Jogos Olímpicos, particularmente no que diz respeito aos requisitos do local”, disse o presidente do COI, Thomas Bach. “Para o programa do evento, mantivemos o prazo de dezembro de 2020, apesar das novas modalidades não poderem ser testadas no palco olímpico, mas precisamos dar garantias aos atletas envolvidos, aos seus CON, federações e Comité Organizador.”

O CE do COI recebeu igualmente relatórios apresentados pelo presidente do Comité Organizador de Tóquio 2020, Yoshiro Mori, e o diretor executivo, Toshiro Muto, e pelo presidente da Comissão de Coordenação do COI, John Coates, centrados nas consequências impostas pela pandemia da COVID-19, que implicam um novo planeamento e calendarização.

 

Patrocinadores/Parceiros Nacionais