Uma grande homenagem promovida pela Federação Portuguesa de Natação (FPN) ao nadador Simão Morgado, que colocou um ponto final na carreira, marcou a sessão da tarde deste sábado do Campeonato Nacional de Juvenis e Absolutos – Open de Portugal/Somague, que decorreu no Centro Olímpico de Piscinas Municipais de Coimbra.

O atleta do Belenenses recebeu várias lembranças e foi ovacionado por todo o público presente na piscina, numa cerimónia que durou 25 minutos e que contou com a presença de Luís Monteiro e Rui Sardinha, vice-presidentes da FPN, José Manuel Constantino, presidente do Comité Olímpico de Portugal, Filipe Coelho, ex-treinador de Morgado, dos seus familiares, bem como de um corredor formado por atletas em representação de todos os clubes que participam no Open de Portugal.

“Era desta forma com que eu sonhava terminar a carreira. Merecia isto”, afirmou Simão Morgado, após a homenagem, em que se mostrou visivelmente emocionado.

Na véspera, na sua última prova individual, o atleta da cruz de cristo despediu-se com uma vitória na final dos 50 mariposa com o registo de 24,78. Saltou para fora da piscina para festejar o triunfo, erguendo os braços para um público rendido à brilhante carreira do capitão da Seleção Nacional.

“Estive dois anos quase sem treinar. Nesta vitória dos 50 mariposa fui buscar forças onde não sabia que tinha”, relevou.

Segundo o nadador, “valeram a pena todos os sacrifícios, quem corre por gosto não cansa”. “Foi este o desporto que escolhi, que me apaixonei, pela amizade, pelo companheirismo”, acrescentou.

Para Morgado, esta homenagem “resume toda a carreira”, considerando ser este “o momento mais alto” em 30 anos ligados à natação, lembrando também a importância da “primeira participação olímpica” que “abriu caminho para o desporto mundial”.

Simão Morgado, de 36 anos, iniciou a sua carreira nos Bombeiros Voluntários do Cacém em 1985, rumando ao Benfica em 1987. Em 1994 transitou para o Clube Natação da Amadora onde permaneceu até 2013. Finaliza o seu longo percurso na natação no Belenenses.

O capitão da Seleção Nacional, atual recordista nacional dos 50 mariposa, bateu 13 vezes o recorde nacional dos 100 mariposa.

Morgado é o único nadador português que participou seis vezes no Campeonato do Mundo e quatro vezes nos Jogos Olímpicos (Sydney 2000, Atenas 2004, Pequim 2008 e Londres 2012), o que o torna uma das maiores figuras da natação portuguesa.

Questionado sobre que conselho daria aos mais jovens, Simão Morgado diz o seguinte: “Não façam as coisas só por fazer, mas sim por vontade, façam-no por gosto, sigam os vossos sonhos e vão conseguir chegar lá!”

 

TEXTO E FOTOS: Federação Portuguesa de Natação

Patrocinadores/Parceiros Nacionais