A Rússia foi escolhida para acolher a segunda edição dos Jogos Europeus, que terá lugar em 2019. A decisão foi hoje tomada na 44ª Assembleia Geral dos Comités Olímpicos Europeus (COE), que está a decorrer em Praga, na República Checa, mas está sujeita a que a Rússia resolva os problemas de doping que recentemente vieram a público e que têm levantado ampla polémica.

A organização deverá ser dividida entre Sochi, que acolheu os Jogos Olímpicos de inverno em 2014, e Kazan, palco das Universíadas em 2013. Esta escolha acontece depois da Holanda, que já havia sido anunciada como a sede da segunda edição destes Jogos, ter desistido da organização. Alexander Zhukov, Presidente do Comité Olímpico Russo referiu que os Jogos Europeus podem ser ainda mais aliciantes se “chegarmos a acordo com as federações internacionais para que este seja um momento de apuramento para todas as modalidades olímpicas tendo em visto os Jogos do ano seguinte, neste caso, Tóquio 2020″.

Hoje foram ainda dados a conhecer alguns números relevantes da edição inaugural dos Jogos Europeus, que foi vista 1.7 milhões de pessoas em 145 países. Recorde-se que a primeira edição decorreu este ano, em Baku, onde Portugal conseguiu uma brilhante prestação conquistando 10 medalhas.

O Comité Olímpico de Portugal está representado nesta Assembleia Geral do COE pelo seu Presidente, José Manuel Constantino, Vice-Presidente, Rosa Mota, e Secretário-Geral, José Manuel Araújo.

 

Artigos Relacionados

Atletas Baku 2015
14.05.2015
baku2015
13.05.2015
Lisboa2Baku
10.04.2015
Baku 2015
30.09.2014

Patrocinadores/Parceiros Nacionais