A chuva foi uma convidada inesperada da Cerimónia de Encerramento dos Jogos Olímpicos Rio 2016, mas nem por isso a despedida do Rio de Janeiro foi menos emocionante e colorida.

Assim como na Cerimónia de Abertura, a festa centrou-se na história do povo brasileiro e procurou contrariar a crescente onda de xenofobia generalizada. A brasilidade e a capacidade brasileira de criar e construir com as suas próprias mãos foi outro sentimento forte desta despedida, que procurou retratar a alegria e capacidade do povo brasileiro em superar adversidades sempre sem perder o bom humor.

A música e as cores fortes voltaram a marcar esta cerimónia. Prova disso foi a entrada das 207 delegações no Estádio Olímpico, que decorreu depois da lembrança de Carmen Miranda pela cantora Roberta Sá, que transformou o palco num caleidoscópio multicolorido de frutas e texturas.

Já com todos os atletas no Maracanã, o DJ norueguês Kygo e a cantora e compositora Julia Michaels fizeram-se ouvir com a canção “Carry Me”, anunciando o lançamento do Canal Olímpico, uma plataforma digital grátis para envolver os fãs do Movimento Olímpico durante 365 dias por ano.

Tóquio 2020: passagem de testemunho

Ao apagar-se a chama olímpica no Rio de Janeiro olhou-se já para Tóquio, cidade que em 2020 acolherá os Jogos Olímpicos. E a passagem de testemunho fez-se em grande estilo, com o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe a vestir a pele de Super Mario e a aceitar a ajuda de Doraemon para chegar a tempo e horas ao Rio de Janeiro. Ainda em plena cidade carioca foi já possível ter um vislumbre do que será Tóquio 2020: do samba e festa brasileira passaremos para um ambiente mais tecnológico e geométrico.

Pouco depois, ao som da voz de Mariene de Castro, a chama olímpica apagou-se e colocou um ponto final nos Jogos Olímpicos Rio 2016, não sem antes o samba voltar a tomar conta do Maracanã ao som de “Cidade Maravilhosa”.

Medalha de bronze de Telma marcou participação portuguesa no Rio 2016

Portugal terminou a participação olímpica no Rio de Janeiro com uma medalha de bronze, conquistada por Telma Monteiro no Judo, na categoria de – 57 kg, e dez diplomas olímpicos: Emanuel Silva e João Ribeiro (K2 1000m), João Pereira (Triatlo), Fernando Pimenta (K1 1000m), Marcos Freitas (Ténis de Mesa), Seleção Olímpica de Futebol, Ana Cabecinha (20 km Marcha), Patrícia Mamona (Triplo Salto), Nelson Évora (Trilpo Salto), K4 1000m e Nelson Oliveira (Ciclismo).