O Navio-Escola Sagres, que será a Casa de Portugal durante os Jogos Olímpicos Rio 2016, tornou-se a primeira embarcação da Marinha Portuguesa a ser condecorada por um país estrangeiro ao receber no porto da Praia, Cabo Verde, a “Estrela de Honra” da república cabo-verdiana.

Numa cerimónia presidida pelo Ministro da Defesa de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, e pelo Secretário de Estado da Defesa de Portugal, Marcos Perestrello, e que contou com a presença do Presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP), José Manuel Constantino, e da Campeã Olímpica e Vice-Presidente do COP, Rosa Mota, o NRP Sagres, navio português mais condecorado, foi distinguido pela sua história como símbolo nacional de Portugal e dos feitos da Marinha Portuguesa, por ser “uma verdadeira embaixada deambulante da paz, da fraternidade e da tolerância”, bem como pelo seu papel na defesa da língua, história e cultura portuguesa e lusófona, segundo o decreto da condecoração lido durante a cerimónia.

 

Cabo Verde foi a primeira paragem da viagem até ao Rio de Janeiro

Na sua travessia atlântica a paragem do Navio-Escola Sagres na Cidade da Praia, Ilha de Santiago, em Cabo Verde, foi a primeira de três paragem antes de chegar ao Rio de Janeiro. Depois desta escala em Cabo Verde, o navio prossegue para o Brasil onde irá praticar os portos de Recife, entre 19 e 22 de julho, e Salvador da Baía, de 26 e 28 de julho. Em seguida segue para o Rio de Janeiro, onde vai permanecer de 3 a 22 de agosto. Os portos de escala desta viagem do NRP Sagres foram definidos no âmbito da viagem de instrução dos cadetes do 2.º ano da Escola Naval – Curso Jorge Álvares.

O NRP Sagres vai estar aberto a visitas em todos os portos, estando previsto ficar três dias atracado no Recife, dois dias em Salvador e 19 dias no Rio de Janeiro. No Rio de Janeiro, em resultado da excelente relação com a Marinha do Brasil, o NRP Sagres vai ficar atracado próximo da praça Mauá, no Cais da Portuguesa, na Ilha das Cobras. Por norma o Navio Escola Sagres abre a visitas entre as 10h00 e as 19h00, sujeito a confirmação para cada dia. Em média, o Navio costuma receber cerca de 10.000 visitas por dia.

Durante a estadia no Rio de Janeiro o NRP Sagres servirá nas suas receções oficiais uma grande variedade de pratos portugueses e também os melhores vinhos nacionais, sendo de destacar o Caldo Verde, o Bacalhau à Brás e o Pastel de Nata.

De recordar que o programa Portugal Sou Eu teve um importante contributo para este projeto ao garantir junto das empresas nacionais suas associadas um conjunto de mantimentos que irão, entre outros, alimentar toda a tripulação do NRP Sagres, com produtos exclusivamente Portugueses.

Após a estadia no Rio de Janeiro o navio inicia a travessia atlântica de regresso a Lisboa, atracando novamente em Cabo Verde, desta vez no Mindelo, Ilha de São Vicente, de 10 a 12 de setembro. A chegada a Lisboa está prevista para 25 de setembro, altura em que termina a viagem que se estende por 97 dias.