Depois de há um ano, em Portugal, a seleção masculina lusa se ter sagrado campeã europeia de equipas, a edição deste ano, que incluiu prova de equipas, de pares e individual, ao contrário do Europeu disputado em 2014 na MEO Arena, viu os mesatenistas portugueses somarem quatro medalhas!

O destaque maior vai para João Monteiro, que se sagrou campeão europeu em pares masculinos, com o austríaco Stefan Fegerl, após vencer a final contra os campeões em titulo Gardos/Habesohn, também da Austria, por 4-3 ( 11-9,14-12,6-11,8-11,13-15,11-8,12-10). João Monteiro garante assim o ouro para Portugal, após uma competição em somente sofreu uma derrota nas três provas que disputou, equipas, singulares e pares.

História fez também Marcos Freitas, o melhor mesatenista português de sempre no ranking da ITTF ao conquistar a primeira medalha de prata da sua carreira e do ténis de mesa português na prova de singulares masculinos.

Num dia memorável para o Ténis de Mesa de Portugal, Marcos não conseguiu vencer a final perante o campeão em título e número 1 do ranking europeu, o alemão Ovtcharov, cedendo por 4-1 (14-12,9-11,11-9,11-4,11-6).

Por fim, Portugal conquistou ainda duas medalhas de bronze. Tiago Apolónia, em singulares masculinos, foi eliminado pelo agora bicampeão europeu, na meia-final, por 4-0 (11-5,13-11,11-9,11-7). Enquanto Fu Yu continuou a fazer história no Ténis de Mesa feminino português ao garantir a sua segunda medalha em Campeonatos da Europa. Fu Yu repetiu a classificação conseguida em Schwechat em 2013, ficando em 3º lugar e garantindo assim a medalha de bronze para si e para Portugal. Na meia-final, Fu perdeu com a mesa tenista da Holanda Li Jie por 4-1 (11-9,6-11,11-8,11-8,11-6).

Patrocinadores/Parceiros Nacionais