Tendo tomado conhecimento da notícia publicada na edição da TV Guia do dia 14 de fevereiro de 2020, com o título “Comité Olímpico Português pediu à RTP 70 mil euros” por imagens relativas à vitória de Carlos Lopes nos Jogos Olímpicos Los Angeles 1984, o Comité Olímpico de Portugal (COP) vem esclarecer que tal não tem qualquer correspondência com a verdade e informa o seguinte, a propósito das questões relacionadas com os direitos de imagem e de transmissão de imagem dos Jogos Olímpicos (JO):

O COP não é detentor de quaisquer direitos de imagem durante os JO, no que se refere aos atletas portugueses ou aos atletas de qualquer nacionalidade ou modalidade;

Os direitos de imagem dos atletas e das competições durante o período dos JO são pertença do Comité Organizador (CO) e do Comité Olímpico Internacional (COI);

Os broadcasters nacionais que transmitem os JO perdem o direito à utilização dessas imagens depois do período estipulado no contrato de aquisição de direitos de transmissão assinado entre estes, o CO e o COI;

Findo este período, a utilização de imagens (fotografia ou vídeo) dos JO é cedida e autorizada exclusivamente pelo COI, qualquer que seja a utilização, propósito e/ou meio de divulgação;

A participação do COP no processo de cedência de imagens de JO é apenas de facilitador de contactos, não tendo qualquer influência no processo – nem em termos de validação, nem de período, nem de custos associados.

Em conclusão: nunca o COP pediu qualquer verba pela cedência de imagens, nem esteve em posição de o fazer, pela simples razão de as imagens não serem propriedade sua. E lamenta o COP não ter sido chamado pela TV Guia a exercer o contraditório nesta matéria tão sensível em que esta desinforma os seus leitores.

Comité Olímpico de Portugal

Patrocinadores/Parceiros Nacionais