João Vieira foi este Domingo quarto classificado nos 20 km Marcha dos Campeonatos do Mundo de Atletismo, evento que decorre em Moscovo até ao próximo dia 18 de Agosto.

Numa prova em que o favoritismo era repartido por russos, japoneses e chineses, João e Sérgio Vieira, os dois portugueses em prova, resguardaram-se no meio pelotão na primeira légua, com Sérgio Vieira a descolar antes da passagem nos 10 km.

Depois de uma passagem em 18º nos 10 km e em 10º nos 15 km, João Vieira aproveitou os seus 37 anos de experiência para recuperar 5 lugares na última légua, beneficiando ainda da desclassificação de Erick Barrondo da Guatemala.

João concluiu na quarta posição em 1:22:05 horas, atrás do russo Aleksandr Ivanov, que venceu a prova, do chinês Ding Chen que conquistou a prata e do espanhol Miguel Ángel López que arrecadou o bronze.

“Este é um resultado que supera em larga margem os meus objectivos para estes Mundiais de Atletismo. Foi uma prova onde a experiência contou muito. Eu não sou um atleta de atacar cedo, já na última Taça da Europa tinha ganho muitos lugares nos últimos cinco quilómetros e hoje voltou a acontecer”, disse o atleta português no final do seu melhor resultado de sempre numa prova Internacional.

Referindo-se ao quarto lugar de Moscovo como “o melhor de sempre, apesar das duas medalhas de bronze nos Europeus, e que é fruto do trabalho que tenho feito nos últimos tempos e do apoio da Federação Portuguesa de Atletismo na preparação destas competições”, referiu o atleta de 37 anos.

“Agora? Agora é descansar e preparar a próxima época com a mesma dedicação”, concluiu o capitão da seleção nacional nos Mundiais de 2013.

Sérgio Vieira, que a meio da prova estava na 50ª posição, recuperou alguns lugares na parte final para terminar como 39º classificado com 1:28:34 horas.

Nos dois primeiros dias de Mundiais em Moscovo, estiveram já em prova mais três atletas olímpicos, Irina Rodrigues (17ª) e Edi Maia (24º) falharam o apuramento para as finais do Lançamento do Disco e Salto à Vara, respetivamente. Já Dulce Félix, foi 13ª na final dos 10.000m.

 

TEXTO: Federação Portuguesa de Atletismo

 

Patrocinadores/Parceiros Nacionais