Joana Ramos é a grande vencedora da categoria de -52 Kg do Grand Prix de Astana, conquistando de forma brilhante uma das mais importantes competições internacionais, ganhando por Ippon e garantindo o Ouro para Portugal. A judoca lusa conquista a sua segunda Medalha, quinta na sua carreira, em eventos Grand Prix nesta temporada, depois de ter alcançado a de Prata em Zagreb, o mês passado.

Na Final, defrontou a atleta das Ilhas Maurícias, Christianne Legentil, judoca de apenas 22 anos, Medalha de Prata no Campeonato Africano. A atleta nacional depois de ter conquistado a de Prata em Zagreb, tinha aqui a oportunidade perfeita para vencer uma das competições mais importantes do panorama internacional e Joana Ramos esteve num nível bastante superior, controlando sempre o combate e vencendo por Ippon, tendo a sua adversária desistido após a imobilização do seu braço, garantindo o Ouro para Portugal, num triunfo bastante justo, que a levou ás lágrimas, após mais este enorme feito a juntar ao seu recheado palmarés.

A judoca portuguesa está num grande momento de forma, Joana Ramos está a dar continuidade aos bons resultados e conquistou preciosos e valiosos pontos na sua corrida para o Apuramento Olímpico. A atleta nacional teve um sorteio bastante complicado, defrontando na ronda inicial a forte judoca da Mongólia, Bundmaa Munkhbaatar, vencedo-a por Ippon, num combate amplamente dominado pela portuguesa, que aplicou um ataque já na reta final do tempo regulamentar, pontuando com Ippon, depois de ter estado confortavelmente na frente por Wazari, carimbando assim a passagem aos Quartos-de-Final.

Na ronda seguinte, defrontou a belga Ilse Heylen e o combate foi bastante equilibrado, resolvendo-se apenas em Shidos, Joana Ramos beneficiou do castigo aplicado á sua adversária e venceu nesse desempate, confirmando a passagem ás Meias-Finais. No combate de acesso á Final, teve pela frente a israelita Gili Cohen, atleta bastante jovem, Medalha de Bronze no último Europeu, que também havia derrotado Joana Ramos em Paris, no Grand Slam de 2014. A atleta portuguesa não receou e entrou bastante determinada a fechar o combate o mais rápido possível, e passado apenas 41 segundos, aplicou um Ippon, conquistando o acesso á Final da categoria de -52 Kg, em Astana.

Para amanhã, segundo dia de Grand Prix, Portugal apresenta Carlos Luz na categoria de -81 Kg, defrontando o polaco Jakub Kubieniec na primeira ronda. Célio Dias entra em combate no terceiro e último dia em Astana, tendo pela frente o atleta do Tajiquistão, Saidzhalol Saidov, na categoria de -90 Kg.

 

TEXTO: Federação Portuguesa de Judo/Ana Lima

Patrocinadores/Parceiros Nacionais