“Como vai ser o meu dia a dia? O que mudará na minha vida? Qual será o meu suporte financeiro? Conseguirei alcançar o mesmo sucesso noutras áreas que não a desportiva?”

Estas são as questões com as quais os atletas olímpicos se deparam quando pensam no final das suas carreiras desportivas. Para garantir resposta a estas questões, o Comité Olímpico de Portugal, a Comissão de Atletas Olímpicos e a Adecco relançaram hoje o Athlete Career Program (ACP), um programa que visa preparar e apoiar os atletas olímpicos no pós-carreira, quer através da promoção de ações de formação, quer através de oportunidades de trabalho. No momento do arranque, são já 17 os atletas olímpicos integrados no ACP.

Este programa surge uma parceria estabelecida entre o Comité Olímpico Internacional e a Adecco Internacional, já em 1999, dando origem ao programa em 2004. Esta parceria foi em 2012 renovada, prolongando-se agora até 2020. Em Portugal, apesar de o programa existir, nunca funcionou na sua plenitude, pelo que a assinatura formal do programa entre as três entidadades, marca um arranque definitivo do ACP no nosso país.

Neste momento, estão já integrados 17 atletas olímpicos, que cumpriram a primeira etapa do programa, a reunião inicial com a Adecco, para darem a conhecer as suas ambições e objetivos, tanto no presente, como no pós-carreira. Os atletas são: Rui Silva (atletismo), Sara Carmo (vela), Yahima Ramirez (judo), Gonçalo Carvalho (equestre), Mariana Lobato (vela), Joaquim Videira (esgrima), Bruno Pais (triatlo), David Rosa (ciclismo), Naide Gomes (atletismo), Marisa Barros (atletismo), Emanuel Silva (canoagem), Pedro Fraga (remo), Nuno Mendes (remo), Manuel Cardoso (ciclismo), Zoi Lima (ginástica), Pedro Póvoa (taekwondo) e Rui Pedro Silva (atletismo).

A assinatura do protocolo teve lugar esta quarta-feira, ao final da manhã, na sede do COP, contando com a presença de vários dos atletas acima mencionados, para além de representantes de várias federações desportivas e outras entidades, como os presidentes do IPDJ, Comité Paralímpico de Portugal e Confederação do Desporto de Portugal, entre outros.

Para o Presidente da Comissão de Atletas Olímpicos, João Neto, este foi um momento de enorme satisfação. “Este era um dos maiores desafios que a CAO tinha pela frente, dando uma resposta a uma preocupação que afeta todos os atletas, que se prende com o que irão fazer após o final das suas carreiras. Com este programa queremos assegurar uma transição tranquila e de sucesso entre a carreira desportiva e profissional.”

O Diretor Geral da Adecco Portugal, David Sanglas, frisou que este programa dá resposta à missão da empresa. “A nossa missão é ajudar tanto as empresas como as pessoas. Ajudar alguém que dá tanto a Portugal, com as suas conquistas desportivas, e que representa o país de forma fantástica nos Jogos Olímpicos, é um orgulho para a Adecco. São pessoas que possuem características únicas e distintas, pelo que se enquadram naquilo que tanto nós, como as empresas nossas clientes, procuram”.

O Presidente do COP, José Manuel Constantino, ressalvou a importância deste relançamento face às necessidades e preocupações que os atletas transmitem. “Este programa é uma necessidade que os atletas apresentam de forma a encararem o mercado de trabalho. É uma satisfação assinar este protocolo de colaboração, que devo referir, é o resultado do trabalho que a Comissão de Atletas Olímpicos tem vindo a desenvolver, quer sob a direção de Nuno Barreto, quer agora de João Neto, mas cujo papel fulcral foi desempenhado pela Susana Feitor que, desde o momento em que assumi as funções de Presidente no COP, me manifestou a sua preocupação com esta temática, bem como o empenho de concretizar este programa.”

O Secretário de Estado do Desporto e Juventude, Emídio Guerreiro, destacou a disponibilidade da Adecco para assumir um projeto de responsabilidade social para a empresa. “Felicito a Adecco e a CAO pela celebração deste protocolo. Não é todos os dias que vemos grandes empresas a associarem-se a causas de responsabilidade social, como esta, cujo compromisso irá contribuir decisivamente para a sociedade portuguesa, particularmente, para o desporto nacional.”

Clique aqui para conhecer o Athlete Career Program

Clique aqui para conhecer o Plano de Implementação do ACP

Patrocinadores/Parceiros Nacionais