Portugal está entre os 29 países que asseguraram a qualificação para a competição masculina. A equipa lusa será formada por dois juniores. Ambos vão participar na prova de fundo em estrada, tendo cada um dos corredores de participar em mais duas corridas, à escolha entre um leque de quatro: contrarrelógio, BMX, cross country olímpico e eliminação BTT.

Não haverá medalhas individuais, mas apenas colectivas, pelo que importa a consistência da dupla que vier a ser escolhida no conjunto das cinco disciplinas que integram o programa. Na anterior edição dos Jogos Olímpicos da Juventude, Portugal foi prejudicado pelo facto de não serem atribuídos títulos individuais, uma vez que Rafael Reis venceu o contrarrelógio e foi segundo classificado na prova de fundo, sem que este desempenho lhe valesse qualquer medalha.

Portugal apurou-se graças aos 5 pontos conquistados pela Seleção Nacional/Liberty Seguros de estrada e devido aos 27 pontos alcançados pela equipa nacional de BTT, na categoria de juniores, durante a temporada de 2013.

 

TEXTO: UVP – Federação Portuguesa de Ciclismo

Patrocinadores/Parceiros Nacionais