Os Membros do Parlamento Europeu exortaram os Estados-Membro a disponibilizar suporte financeiro e estratégico de forma a prevenir os efeitos a longo prazo da pandemia nos jovens e no desporto. De acordo com resolução da Comissão de Cultura e Educação, que obteve 25 votos a favor, estão em risco os empregos, igualdade, saúde pública e futuras gerações.

Dados de uma investigação da ILO e da OECD mostram que os efeitos da pandemia nos jovens irão afetar sobretudo as suas oportunidades de educação e de formação, emprego e perda de receitas.

Ao nível do desporto, profissional e de formação, os efeitos da pandemia são vastos, pelo que é importante salvaguardar tanto a economia ligada ao setor como a saúde pública proporcionada pela prática desportiva. Aos Estados-Membros é sugerido o apoio ao desporto através de fundos nacionais, fundos estruturais europeus e planos de resiliência e recuperação, bem como do programa europeu de saúde. E fica o alerta: o apoio financeiro não deve ser limitado às modalidades com mais impacto, uma vez que as medidas de recuperação são essenciais para o desporto de base.

Também o diálogo com as Federações Internacionais deve ser iniciado a nível europeu para que se possa garantir a reabertura dos locais de prática desportiva e a retoma dos grandes eventos desportivos internacionais.

Mais informação sobre esta recomendação pode ser obtida aqui.

Patrocinadores/Parceiros Nacionais