O Comité Olímpico de Portugal (COP) acolheu esta quinta-feira um evento da Federação de Triatlo de Portugal (FTP) que reuniu alguns dos atletas em processo de qualificação para os Jogos Olímpicos – João Silva, João Pereira, Melanie Santos, Gabriela Ribeiro e Helena Carvalho – e para os Jogos Paralímpicos Tóquio 2020 – Filipe Marques.

O presidente da FTP, Vasco Rodrigues, assumiu ser objetivo dos atletas portugueses que se qualificarem para Tóquio 2020 “obter uma medalha”, depois de Vanessa Fernandes ter feito história ao conquistar o primeiro pódio para a modalidade, em Pequim 2008, onde foi segunda classificada.

José Manuel Constantino, presidente do COP, interveio para “deixar uma palavra de confiança aos atletas”, no sentido de virem a conseguir “uma presença ao mais alto nível”, nos Jogos Olímpicos.

“A nossa confiança é que continuem a alcançar resultados de excelência”, sublinhou José Manuel Constantino, que disse ainda “depositar profundas esperanças” na qualificação da estafeta mista, pela primeira vez incluída no programa competitivo dos Jogos Olímpicos. O presidente do COP fez igualmente votos para que o atleta Filipe Marques possa ser bem sucedido e consiga o apuramento para os Jogos Paralímpicos.

Presente no evento, o secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, destacou o Triatlo como uma “modalidade que tem trazido um enorme orgulho ao País” e regozijou-se por verificar que “tem passado, tem presente e é entusiasmante perceber que tem futuro”, dados os resultados alcançados pelos mais jovens, nomeadamente Alexandre Montez, duplamente medalhado nos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018.

Os atletas presentes alinharam o seu discurso pelo compromisso de se qualificarem para Tóquio 2020.

A FTP fez ainda a apresentação do fato oficial da marca Onda, equipamento que os atletas deverão usar nos Jogos Olímpicos.

Patrocinadores/Parceiros Nacionais