O Comité Olímpico Internacional (COI) e a Unesco, em parceria com varias entidades internacionais, desenvolveram em conjunto novas linhas de orientação que pressionam os governos e áreas estratégicas de educação de cada país a investir na quantidade e qualidade da Educação Física que oferecem nas escolas.

Estas linhas mestras de orientação vão ao encontro da missão do COI que prevê a inclusão da Educação Física em todos os currículos escolares em todo o mundo, assim como a promoção dos valores olímpicos. A sua apresentação teve lugar na reunião do Comité Intergovernamental para a Educação Física e Desporto (CIGEPS), na sede do COI, em Lausanne.

Para o Presidente do COI, Thomas Bach, “a Educação Física nas escolas é crucial uma vez que o desporto desempenha um papel central no sistema educativo, não apenas como forma de combate à obesidade e sedentarismo, mas também pelos efeitos positivos do exercício físico, cientificamente comprovados, no desenvolvimento social e intelectual dos jovens. Esta parceria com a UNESCO irá permitir que a Educação Física seja parte integrante do currículo escolar promovendo assim uma mente sã num corpo são”.

O exercício nas escolas é a melhor forma de alcançar os jovens e combater a inatividade. Estas linhas de orientação são uma ferramenta que ajudará os Governos a reverter o declínio do investimento na Educação Física nas escolas, que se tem verificado em vários países recentemente. Este documento garante um enquadramento que ajudará quem define as estratégias nacionais educativas a remodelar o modelo da disciplina de Educação Física, fornecendo ainda conselhos práticos para a implementação das linhas orientadoras.

Este programa terá uma fase piloto, que testará a implementação do documento a nível local em cinco países, através de uma colaboração próxima do COI com os Comités Olímpicos nacionais, entre março de 2015 e abril de 2016.

 

Leia aqui o documento

Patrocinadores/Parceiros Nacionais