Karaté e ténis de praia fizeram a estreia da Equipa Portugal na primeira edição de sempre dos Jogos Mundiais de praia. Cerimónia de Abertura fechou o primeiro dia

E começaram oficialmente os primeiros Jogos Mundiais de praia! Doha esteve à altura das expectativas e proporcionou uma Cerimónia de Abertura que invocou as tradições, crenças e oportunidades na sua relação secular com o mar.

A abrir, a entrada dos países. Sem o tradicional porta-estandarte, um Atleta Representante de cada país desfilou sob a bandeira da ANOC (Association of National Olympic Committees = Associação dos Comités Olímpicos Nacionais) para simbolizar a união e amizade dos países participantes. Por Portugal, a honra coube a Hugo Passos – atleta Olímpico em Atenas 2004 e um dos seis lutadores que a partir de dia 13 de outubro vão defender as cores nacionais na areia de Doha. A terminar o fogo de artifício celebrou este momento histórico de competição para as modalidades de areia e água.

Ainda antes da Cerimónia de Abertura, já várias modalidades tinham entrado em competição:

Karaté inaugurou participação portuguesa

Patrícia Esparteiro ficou na história: foi a primeira atleta portuguesa a competir nos Jogos Mundiais de praia. A karateca, inserida no grupo A, alcançou a pontuação de 22.68 pontos, correspondente ao 6º lugar no seu grupo, no entanto insuficiente para progredir para as fases seguintes. Na classificação geral registou o 21º lugar.

Ténis com dia difícil

A entrada em competição dos pares de tenistas portugueses ficou sem registo de vitórias. A dupla feminina Manuela Cunha e Catarina Alexandrino foi afastada pelas venezuelanas por 2-0, o mesmo resultado que afastou a dupla de pares mistos Catarina Alexandrino e Pedro Maio frente aos adversários do Japão.

Manuela Cunha e Henrique Freitas conseguiram vencer o primeiro set, contra a dupla porto-riquenha, mas cederam no segundo set e não conseguiram impor-se no set decisivo, ficando de fora da próxima fase. Amanhã entra em competição a dupla masculina Pedro Maio e Henrique Freitas.

Primeira final direta amanhã

Para além do início da competição de pares masculinos no ténis de praia, amanhã Portugal coloca os primeiros atletas em finais diretas e, portanto, na luta pelas medalhas. Rafael Gil e Angélica André competem na prova de 5km de águas abertas com partida madrugadora, para evitar as altas temperaturas, às 06h00 e 06h05 respetivamente (04h00 e 04h05 em Portugal continental).

 

Resultados da participação da Missão de Portugal

12 outubro (sábado)

Karaté

  • Kata – Patrícia Esparteiro – 1ª ronda Grupo A – 22.68 pontos – 6º lugar – 21º lugar na classificação geral final

Ténis de praia

  • Pares femininos 1ª ronda – Manuela Cunha e Catarina Alexandrino – derrota por 0-2 (6-7; 4-6) contra Valentina Persad e Iosune Roncal (Venezuela)
  • Pares mistos 1ª ronda – Catarina Alexandrino e Pedro Maio – derrota por 0-2 (1-6; 4-6) contra Aoi Shibayama e Satoshi Goda (Japão)
  • Pares mistos 1ª ronda – Manuela Cunha e Henrique Freitas – derrota por 1-2 (7-6; 3-6; 5-10) contra Beatriz Rivera e Javier Mendez (Porto Rico)

 

Calendário da participação da Missão de Portugal

13 outubro (domingo)

Natação Águas Abertas

  • 06h00 – 5km masculinos – Rafael Gil
  • 06h05 – 5km femininos – Angélica André

Ténis de praia

  • Depois das 14h30 – Pares masculinos Oitavos-de-final – Pedro Maio e Henrique Freitas vs Nikoali Gurev e Ivan Syrov (Rússia)

Todas as horas são de Doha – menos 2 horas em Portugal Continental

Patrocinadores/Parceiros Nacionais