David Rosa foi o melhor elemento da Seleção Nacional/Liberty Seguros no Grande Prémio Cidade de Jerez de la Frontera, prova do calendário internacional de cross country olímpico (XCO) e pontuável para o Open de Espanha desta disciplina de BTT, que decorreu este domingo.

O olímpico português teve um desempenho de elevado nível, correndo com inteligência tática, acabando apenas batido pelo espanhol Carlos Coloma (MMR Bikes Pro Team), que cortou a meta isolado, 21 segundos mais cedo do que David Rosa. Os outros elementos da Seleção Nacional/Liberty Seguros presentes do Jerez de la Frontera para a corrida de elite foram o campeão nacional, Mário Costa, sétimo classificado, Rúben Almeida, 13.º, e Gonçalo Amado, 20.º e quinto melhor sub-23 em pista. A título individual, Ricardo Marinheiro também esteve presente, terminando a corrida na 21.ª posição.

“Os nossos corredores seguiram à risca as indicações dadas à partida, fazendo uma corrida inteligentíssima que se refletiu nos resultados. Foi uma jornada positiva em que melhorámos os resultados anteriores, tal como nos tínhamos proposto. A resposta dos nossos corredores foi muito boa. Agora há que continuar a trabalhar para seguirmos na senda da evolução”, resume o selecionador nacional de BTT, Pedro Vigário.

 

TEXTO: União Velocipédica Portuguesa / Federação Portuguesa de Ciclismo

Patrocinadores/Parceiros Nacionais