O receio que as apostas ilegais possam manchar a reputação de Londres 2012 levou a que os responsáveis pelas Olimpíadas de 2012 criassem uma unidade especial para combater as apostas ilegais e impedir o aliciamento de atletas.

O Ministro dos Desportos Britânico, Hugh Robertson, considera mesmo que as apostas ilegais são uma maior ameaça para a imagem dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 do que o doping, uma vez que existem condições nos Jogos Olímpicos para que este tipo de crime prospere.

«As evidências apontam para que isso possa acontecer. Existem evidências de que os sindicatos de apostas ilegais do Extremo Oriente e do subcontinente indiano já estão a actuar neste país», afirmou Hugh Robertson à cadeia de televisão Sky.

A unidade especial da polícia que terá a ser cargo a monitorização e o combate às apostas ilegais é composta por membros da Polícia Metropolitana, da Interpol e da Agência para o Crime Organizado. A sua missão será identificar os angariadores e impedir que estes se aproximem dos atletas, além de também observar os padrões das apostas para impedir actividades suspeitas.

Patrocinadores/Parceiros Nacionais