A Seleção Nacional Universitária de Andebol conquistou hoje, dia 13, o primeiro ouro de Portugal numa modalidade coletiva nas Universíadas de Verão ao vencer a Sérvia por 25-21. Esta é a 11ª medalha de ouro nas Universíadas de Verão. A missão portuguesa termina assim a sua participação com uma medalha de ouro, duas de prata – no Taekwondo – e uma de bronze, na Ginástica Artística.

Após uma primeira parte muito renhida, onde a Sérvia procurava sempre a vantagem e Portugal o empate, a segunda metade do jogo foi dominada pelos portugueses. O intervalo não deu vantagem a ninguém. Os jogadores recolheram ao balneário com um empate a 11. Estava tudo em aberto na segunda parte e Portugal não deu hipótese, ganhando uma vantagem confortável em relação ao adversário.

Com o resultado português nos 21, os sérvios começaram a aproximar-se, mas novamente a formação lusitana afastou-se até aos 25 e a equipa da Sérvia terminou a prova com 21 golos marcados. Estava assim terminada, e da melhor forma, a participação portuguesa nas Universíadas de Verão 2015, em Gwangju, na Coreia do Sul.

“É uma sensação fantástica. Não posso mentir, nós vínhamos com isto em mente, acreditávamos que era possível fazer este trabalho e ganhar esta medalha. A sensação só de participar e as sensações que estar numas Universíadas nos trazem são inesquecíveis e ganhar a medalha de ouro e fazer história para Portugal é algo que fica para sempre”, exalta o capitão de equipa Pedro Seabra.

O selecionador Rolando Freitas tentou exprimir a sua felicidade, enquanto a restante equipa cantava o hino português na comemoração desta vitória. “Estamos bastante contentes, porque fizemos uma prova limpa com seis vitórias e porque conseguimos o ouro que esperávamos e desejávamos. Estou também muito contente por perceber que este é um evento que tem muitas parecenças com o maior evento desportivo multidisciplinar que são os Jogos Olímpicos, que é um evento de referência, com uma boa competição de muito bom nível. E contente por achar que este projeto tem pernas para andar e que podemos no futuro ainda tirar mais dividendos desta articulação e quem sabe voltar a ganhar um dia”, afirma Rolando Freitas.Hoje foi o último dia de competição da 28ª edição da Universíada de Verão que decorre em Gwangju, na Coreia do Sul, desde o passado dia 3 de julho. Para amanhã, dia 14, espera-se apenas a cerimónia de encerramento.

Patrocinadores/Parceiros Nacionais