Arthur Hanse estreou-se hoje nos Jogos Olímpicos de inverno, em Sochi, e esteve à beira de fazer um resultado de relevo para os desportos de inverno portugueses. Após uma primeira manga em que partiu do 91º lugar e terminou em 57º, com o tempo de 1.30:52, a apenas 00.09:44 do americano Ted Ligety (que viria a vencer o ouro), o esquiador de 21 anos não conseguiu terminar a segunda manga, ao falhar uma porta a meio do percurso, o que lhe valeu a eliminação. Nesse momento, Arthur Hanse vinha a melhorar o seu tempo e a perspetiva de saltar na classificação e entrar nos 50 primeiros era grande, mas o erro acabou por o atirar para fora da competição.

No final, Arthur Hanse não conseguia esconder alguma frustração. “Senti-me muito tenso à entrada para a segunda manga. Na primeira senti-me muito bem. Comecei em 91º e terminei em 57º, mesmo cometendo um pequeno erro a meio do percurso o que me custou alguns segundos. Como percebi que poderia subir ainda mais na tabela, acabei por ficar mais ansioso, não sei bem explicar porquê. Para além disso, a neve estava mais leve na segunda manga e era difícil pôr a mesma energia e ritmo que na primeira. Os esquis não respondem da mesma maneira. Devia ter percebido isso, mas a inexperiência nestes grandes eventos acabou por pesar”.

Ao contrário da véspera, em que Camille Dias teve de enfrentar não só os nervos, como condições climatéricas muito adversas, a pista Rosa Khutor beneficiou com as excelentes condições atmosféricas. “Quando acordei e vi que estava sol e mais frio que ontem, senti que estava tudo reunido para uma grande corrida. No entanto, partir de 91º é muito difícil. A pista está já muito mexida e isso dificulta a corrida.”

Apesar da frustração sentida após o final, Arthur Hanse não baixa os braços e está já a pensar na prova de sábado. “Não adianta baixar a cabeça. O slalom é a minha prova de eleição. Hoje senti que já faço parte dos Jogos, o que ajuda a tirar alguma ansiedade. Vou encarar a prova com espiríto desportivo e menos com o peso que senti hoje. Espero desfrutar ao máximo e dar o meu melhor. Acredito que posso fazer mais e é por isso que vou lutar”.

A prova de Slalom de Arthur Hanse terá lugar no sábado, pelas 12h45 de Portugal Continental. Na véspera, Camille encerrará a sua participação, à mesma hora, também em Slalom.

Consulte aqui toda a informação sobre a Missão Olímpica portuguesa

Clique aqui para aceder ao site oficial dos Jogos Olímpicos de inverno Sochi 2014

Patrocinadores/Parceiros Nacionais