Judoca portuguesa alcança terceira Medalha de Ouro em eventos Grand Slam

Telma Monteiro conquista o Grand Slam de Abu Dhabi, na categoria de -57 Kg, uma das provas mais importantes do calendário internacional, alcançando 500 preciosos pontos na sua corrida para o Apuramento Olímpico. A judoca portuguesa alcança assim a sua terceira Medalha de Ouro em eventos Grand Slam, depois de ter vencido no Rio de Janeiro (2009) e Paris (2012).

Na Final, Telma Monteiro enfrentou a francesa Laetitia Blot, entrando muito forte no combate, a estratégia da portuguesa correu na perfeição e conseguiu dominar toda a ação do encontro. Ganhando uma vantagem de um castigo, Telma Monteiro não relaxou e atacou constantemente, conseguindo uma projeção e pontuando por Wazari. Apesar do conforto do resultado, a judoca portuguesa continuou os seus ataques e foi premiada com o Ippon, após ter imobilizado a sua adversária no solo, consumando a justa vitória final e conquistando este tão prestigiado Torneio Internacional.

A atleta nacional conquistou mais um resultado de exceção nesta época desportiva, aproveitando este Grand Slam, para regressar aos tatamis depois da lesão e conquistar preciosos pontos (500) para o Apuramento Olímpico. A judoca portuguesa começou muito bem a sua caminhada vencendo na primeira ronda a atleta da casa, Jalili Al Nuaimi Al, por Ippon em escassos 13 segundos de combate. Nos Quartos-de-Final entrou bastante bem no combate frente á canadiana Catherine Beauchemin-Pinard pontuando por Wazari logo no início, conseguindo controlar a vantagem até final do desafio, confirmando a passagem ás Meias-Finais, como vencedora da sua Poule de Apuramento.

Nas Meias-Finais enfrentou a norte-coreana, Hyo Sun Ri e num combate bastante equilibrado, sem muitos ataques de parte a parte, Telma Monteiro venceu o combate em Ponto de Ouro, com um Shido aplicado á sua adversária. No tempo regulamentar, a judoca portuguesa começou por ser penalizada com um castigo, mas momentos depois beneficiou da penalização á norte-coreana, empatando o combate e levando o desafio a Ponto de Ouro. Na fase decisiva do encontro, Telma Monteiro esteve bastante melhor, atacando e conseguindo algumas projeções, qualificando-se para a Final, fruto do castigo bem aplicado á sua adversária.

Joana Ramos alcançou um honroso Quinto lugar na categoria de -52 Kg, depois de ter cedido frente á nº4 Mundial, a russa Natalia Kuziutina, por Ippon. Num combate que se perspetivava bastante complicado, a judoca portuguesa nunca conseguiu impor o seu melhor Judo, começando em desvantagem logo de início, com um Wazari de belo efeito. Obrigada a tomar a liderança dos ataques, Joana Ramos não conseguia controlar a ação e em dois ataques, ficou imobilizada, terminando a sair derrotada por Ippon, relegando-a para um honroso Quinto lugar Final.

Num dia muito preenchido, Joana Ramos começou por vencer a holandesa Birgit Ente, numa decisão por castigos. Nos Quartos-de-Final enfrentou a francesa Annabelle Euranie, tendo cedido por Ippon, num combate bastante complicado, em que a atleta nacional não conseguiu ultrapassar a 10ª do Ranking Mundial, Joana Ramos terminou relegada para a Fase de Repescagem Final. No combate que decidia a presença na disputa pela Medalha de Bronze, a judoca portuguesa foi muito superior á sua adversária, a italiana Odette Giuffrida, vencendo confortavelmente com um Wazari e dois Yukos, numa demonstração total da qualidade da atleta nacional, apurando-se para o combate decisivo da Medalha de Bronze.

Diogo César e Sergiu Oleinic combateram na categoria de -66 Kg, não resistindo aos combates da segunda eliminatória, acabando por ser eliminados na fase prematura da competição. Diogo César conseguiu ainda obter uma vitória na primeira ronda, depois de ter ultrapassado o peruano Jesus Mendoza por Ippon. Na segunda ronda, enfrentou o chinês Daga Qing, tendo cedido por Yuko, a favor do judoca asiático. Sergiu Oleinic ficou isento da primeira ronda, marcando combate com o canadiano Patrick Gagne na eliminatória seguinte, tendo cedido por Ippon, num combate bastante equilibrado em que o português apenas conseguiu pontuar com Yuko, insuficiente para vencer o desafio

No sábado, Portugal apresenta-se com apenas dois representantes, Jorge Fernandes e Diogo Lima nas categorias de pesos médios da competição. Jorge Fernandes (-73 Kg) está isento da primeira ronda de combates, enfrentando na segunda eliminatória o judoca da Árabia Saudita, Jaber Alharthi. Diogo Lima defronta o polaco Lukasz Blach, na primeira ronda da categoria de -81 Kg.

Os combates do Grand Slam iniciam-se pelas 10h00 (6h00 em Portugal).

 

Texto: Federação Portuguesa de Judo/Ana Lima
Créditos Fotos: International Judo Federation

Patrocinadores/Parceiros Nacionais