Com uma significativa lista de subscritores da sua candidatura, a campeã olímpica e vice-presidente do Comité Olímpico de Portugal Rosa Mota é uma das personalidades que poderá receber o prestigiado Prémio Princesa das Astúrias na categoria de Desporto. Entre os subscritores encontram-se todos os Presidentes da República Portuguesa eleitos democraticamente, o atual Presidente Aníbal Cavaco Silva e os antecessores Jorge Sampaio, Mário Soares e Ramalho Eanes, para além de outras figuras de outras áreas como António Damásio, Pinto Balsemão, Leonor Beleza ou o Prémio Nobel da Paz de 1996, José Ramos Horta. Destaque ainda para algumas lendas do desporto mundial, como o queniano Paul Tergat, o etíope Haile Gebrselassie ou os espanhóis Abel Antón e Martín Fíz. O ex-Presidente do COP e membro honorário do COI, Fernando Lima Bello também faz parte da lista.

 

A candidatura foi submetida à Fundação Princesa das Astúrias pelo Comité Olímpico de Portugal e pelo Embaixador de Espanha em Portugal, Eduardo Junco Bonet. Na base da apresentação desta candidatura estiveram os seguintes argumentos:

 

“Com efeito, considerando a excelência do currículo da campeã olímpica da maratona Rosa Mota (…) bem como os relevantes serviços que continua a prestar na promoção dos valores do desporto e dos ideais olímpicos enquanto personalidade desportiva internacionalmente reconhecida, particularmente em Espanha, cremos tratar-se de uma candidatura de elevado prestigio e mérito.

 

Finda a sua carreira de atleta Rosa Mota encontra-se envolvida em inúmeras causas sociais através do desporto como prova de cidadania e responsabilidade social enquanto exemplo para todos os cidadãos, procurando mobilizar a população no combate ao sedentarismo, particularmente as mulheres.

A sua presença regular na comunicação social, por força desse empenhamento, mobilizando através do exemplo como mulher e ex-atleta as pessoas, e particularmente os jovens, para a prática desportiva, bem como o seu inestimável contributo em campanhas de luta contra a dopagem e promoção do espírito desportivo tornam-na um exemplo vivo dos mais nobres valores do olimpismo, que temos orgulho em promover.”

 

Os vencedores serão conhecidos apenas em outubro. Foram entregues 223 candidaturas de 51 países nas oito categorias a concurso, sendo que para além de Rosa Mota, também o jurista e professor universitário luso Adriano Moreira figura entre os candidatos, na categoria de Ciências Sociais.

 

Esta é a mais importante distinção do mundo hispânico que começou a ser atribuída em 1981 (a categoria de Desporto apenas começou em 1987) e contempla oito categorias distintas. António Damásio, em 2005, na categoria de Investigação Técnica e Científica, Mário Soares em 1995, na categoria de Cooperação Internacional, e Joaquim Veríssimo Serrão, na categoria de Ciências Sociais, foram os únicos portugueses até hoje a serem galardoados com o Prémio Princesa das Astúrias.

 

Lista de vencedores na categoria de Desporto nos últimos 10 anos:

2014 – Maratona de Nova Iorque

2013 – José María Olazabal

2012 – Iker Casillas e Xavi Hernandéz

2011 – Haile Gebrselassie

2010 – Seleção Espanhola de Futebol

2009 – Yelena Isinbayeva

2008 – Rafael Nadal

2007 – Michael Schumacher

2006 – Seleção Espanhola de Basquetebol

2005 – Fernando Alonso

Artigos Relacionados

Patrocinadores/Parceiros Nacionais