A caminho da quinta presença olímpica! João Costa acaba de assegurar a quota de apuramento de Portugal para os próximos Jogos Olímpicos do Rio 2016 para a prova de Pistola de Ar Comprimido a 10m depois de um brilhante terceiro lugar na Taça do Mundo de Fort Benning, nos EUA, nesta prova. Devido a este resultado, João Costa garantiu por inerência quota olímpica para Portugal na prova de Pistola Livre a 50 metros.

Na prova disputada no estado da Geórgia, o atirador luso terminou com a pontuação total de 178.4, apenas superado pelo coreano Jongoh Jin, que venceu esta Taça do Mundo, e pelo russo Vladimir Isakov, segundo classificado. Os três primeiros desta Taça do Mundo ganhavam vaga para os seus países para a próxima edição do maior evento multidesportivo do mundo.

Aos 50 anos (terá 51 no Rio de Janeiro), João Costa corre para a sua quinta participação olímpica, depois de se ter estreado em Sidney em 2000, onde conseguiu o seu melhor resultado nos Jogos, um 7º lugar, precisamente na prova em que hoje garantiu quota olímpica para Portugal. Resultado que igualou na última edição dos Jogos, em Londres, em 2012, naquele que foi o seu segundo diploma olímpico.

De referir que em todas as suas participações olímpica, João Costa competiu nas provas de Pistola de Ar Comprimido a 10 metros e Pistola Livre a 50 metros.

Portugal aumenta para cinco o número de vagas asseguradas (correspondentes a 6 atletas) para os Jogos Olímpicos Rio 2016, juntando-se a vaga do Tiro às da Natação (200m estilos – Alexis Santos e Diogo Carvalho) e Vela (Laser e 49er, este último uma embarcação de dois atletas). No Atletismo existem já várias marcas em diferentes provas que asseguram a qualificação para o Rio, mas uma vez que não são conhecidos os critérios de qualificação nacionais a determinar pela Federação Portuguesa de Atletismo, não contabilizamos ainda para o total de vagas conquistadas para Portugal para a próxima edição dos Jogos Olímpicos.

Artigos Relacionados

Tiros certeiros
7.03.2015
Tiro
1.02.2014
Rio 2016
2.12.2013