A Comissão do Festival Olímpico da Juventude Europeia (FOJE) realizou esta segunda-feira, em Roma, a sua reunião anual, presidida por José Manuel Araújo, secretário-geral do Comité Olímpico de Portugal (COP).

O vice-presidente dos Comités Olímpicos Europeus (COE), Niels Nygaard, participou na reunião para ouvir as recomendações que a Comissão do FOJE desejava fazer ao Comité Executivo, no sentido de poder melhorar o evento. O objetivo desta intervenção passa por tornar o FOJE mais valioso para os Comités Olímpicos Nacionais e mais atraente para as cidades anfitriãs.

A reunião começou com uma análise às últimas edições do FOJE: Sarajevo e Sarajevo Oriental 2019 (inverno) e Baku 2019 (verão), tendo-se passado depois à projeção dos próximos eventos de inverno, em Vuokatti, Finlândia (fevereiro de 2021) e de verão, em Banská Bystrica, Eslováquia.

O diretor desportivo dos COE, Peter Brull, forneceu uma visão geral sobre o trabalho que está a desenvolver com as federações e com o Comité Olímpico Internacional, tendo em vista a afinação do programa desportivo do FOJE.

A Comissão também reviu a carta do FOJE e fez uma análise completa do programa desportivo, com o objetivo de torná-lo mais dinâmico e jovem.

“Foi uma reunião muito proveitosa, com muitas propostas apresentadas, em particular no que se refere à Carta”, disse José Manuel Araújo após a reunião. “Estamos a tentar alinhar o FOJE com os Jogos Europeus e os Jogos Olímpicos da Juventude, aumentando assim o nível do nosso evento.”

O FOJE 2023 em Friuli Venezia Giulia, Itália (inverno), e Koper, Eslovénia (verão), e os candidatos aos FOJE de 2025 também estiveram na agenda.

Patrocinadores/Parceiros Nacionais