Pedro Fraga venceu hoje a Taça do Mundo II, na categoria de LM1x, com o tempo de 6.57,02 minutos, alcançando a sua primeira vitória num evento desta envergadura. Apesar de pouco depois do arranque estar na quinta posição, quando atingiu o meio da prova já liderava para não mais perder esse primeiro lugar. Este triunfo foi alcançado na mesma pista onde conseguiu o quinto lugar em double scull nos Jogos Olímpicos Londres 2012, na companhia de Nuno Mendes.

Esta é a primeira medalha de ouro de Pedro Fraga, depois da medalha de prata nos Europeus de Sevilha, na mesma categoria, também este ano. No seu currículo, aos 30 anos, conta ainda com vários títulos no double scull, juntamente com Nuno Mendes, que hoje foi quarto na final B de LM1x. Desses títulos destacam-se a prata nos Europeus de 2012 e 2010 e o bronze em 2011.

A dupla, que foi oitava em Pequim 2008 e quinta em Londres 2012, em double scull, compete agora separada na primeira época do ciclo olímpico Rio2016, habitualmente destinada a testar novas embarcações, tanto no remo como na canoagem.

No final, o remador do Porto, em declarações à Lusa, não deixou de manisfestar o seu contentamento por esta vitória. “Tem um significado especial. É o concretizar do trabalho e da dedicação que tenho tido nos últimos anos. Agora, estou numa fase individual, mas o trabalho vem de trás, e é sempre gratificante conseguir ganhar”.

“Agora ainda temos mais uma Taça do Mundo, antes dos Campeonatos do Mundo. O objetivo passa por manter uma boa prestação da próxima Taça do Mundo, daqui a três semanas. Depois são os Campeonatos do Mundo (em agosto, na Coreia do Sul) e vou lutar por uma medalha ou tentar ganhar”, frisou Pedro Fraga, que vai manter-se no skiff nas próximas competições, garantindo, no entanto que o ciclo Rio de Janeiro2016 é para fechar em double scull.

O atleta explicou ainda que este “é um ano em que se procura fazer algo um pouco diferente que contribua para a evolução do grupo”, pelo que equipa técnica, direção da federação e atletas entenderam “fazer esta aposta este para consolidar algumas coisas”. Pedro Fraga confessou também que “o nível de motivação também é diferente, porque já foram alguns anos a remar no double”, mas, apesar de estar a gostar, as metas mantêm-se.

Patrocinadores/Parceiros Nacionais