Realizou-se nos dias 5 e 6 de Julho, no Comité Olímpico de Portugal (COP), a Conferência Internacional “O Movimento Olímpico e as Guerras. Olimpismo, propaganda, boicotes e terrorismo”. O encontro organizado em parceria pelo Instituto de História Contemporânea (IHC), da Universidade Nova de Lisboa e o Comité Olímpico de Portugal (COP) reuniu participantes, de diferentes nacionalidades que, ao longo de dois dias, analisaram e debateram a associação entre olimpismo e guerra, uma temática, que apesar de marginalizada pela historiografia nacional e internacional, está presente na génese do Movimento Olímpico Moderno.

A associação entre história e desporto, âmbito em que o COP e o IHC têm vindo a cooperar, e de que este colóquio é um exemplo, contribuiu assim para a introdução de novas temáticas de análise em torno da história do olimpismo, numa perspetiva interdisciplinar e comparada.

A conferência de abertura esteve a cargo de Arnd Kruger, atleta olímpico, e professor catedrático da universidade Georg-August em Gotinga. Ao longo da sua intervenção Kruger mostrou-nos como através do desporto podemos compreender momentos chave da história internacional, como, por exemplo, o modo como a Alemanha e os Estados Unidos lidaram com as respetivas diferenças étnicas e raciais.

Os conferencistas nacionais convidados, a professora Jenny Candeias apresentou uma síntese histórica destas questões ao longo do tempo e Rui Proença Garcia, acompanhado pela diretora do DocLisboa, Dra. Cíntia Gil, analisaram de uma forma mais aprofundada os Jogos Olímpicos de Berlin 1936, a partir da análise do documentário Olympia de Leni Riefenstahl.

Do encontro fez ainda parte uma mesa redonda, que contou com as intervenções dos jornalistas Cecília Carmo e Leonídio Ferreira, do cirurgião e atleta olímpico António Gentil Martins, e do fotógrafo que esteve presente nos Jogos Olímpicos de Munique 1972 Eduardo Gageiro.

Um conjunto alargado de comunicações, oriundas da aceitação de propostas de comunicação, preencheram o restante programa onde diversas temáticas como o Olimpismo e a Guerra fria, o terrorismo, os boicotes e protestos foram analisados e colocados à discussão.

A Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo sublinhou a importância das Ciências do Desporto e o carácter interdisciplinar do encontro, durante a visita que realizou ao COP por ocasião da conferência.

Patrocinadores/Parceiros Nacionais