Rodolfo Pires mantém-se no 3º lugar na classificação geral da classe Byte CII na modalidade de Vela depois de sete regatas disputadas. O velejador português esteve em grande destaque ao vencer a segunda regata do dia, que lhe valeu a liderança momentâneo na geral, depois de já ter conseguido um nono lugar na primeira regata do dia (a quarta da competição). Na última regata do dia, Rodolfo Pires não foi feliz, acabando por quedar-se pelo 26º lugar (que não contará para a geral dado que os atletas podem deitar fora da contabilidade a sua pior classificação numa regata, que no caso do velejador luso foi esta), o que o deixou no 3º lugar.

No final, Rodolfo Pires sentia um misto de alegria e tristeza. “Hoje o dia correu bem e mal. A última regata correu mal porque a variação do vento não é constante e está sempre a rodar, nunca é a mesma direcção. Pela experiência que tenho, qualquer velejador vai pelo meio, mas o meu problema foi ter ido pelo meio e não ter apanhado nem vento, nem variação que me levasse para a frente. Na segunda regata fiz uma boa saída, estava em primeiro durante algum tempo, mas quando cheguei à primeira bóia rondei por volta de 7º. Na segunda volta consegui recuperar e quase na linha de chegada consegui passar de 4º para 1º.”

Na prova feminina de Byte CII, Mafalda Pires de Lima sentiu algumas dificuldades, caíndo para 19º lugar, fruto de ter sido 23ª, 18ª e 22ª nas três regatas do dia. “O dia não correu nada bem, não estava à espera, não tive uma pontinha de sorte para dar a volta por cima”.

Amanhã os dois velejadores terão apenas uma regata, concluíndo a últimas duas regatas na sexta-feira, que definirá quem disputará a Medal Race no sábado.

No Ciclismo, decorreu a prova de Cross Country (XCO), a quarta do calendário da modalidade. Os corredores portugueses Bruno Machado e Ana Silvestre estiveram em bom plano na prova alcançando a nona e a décima segunda posições, respetivamente.

Depois de ontem ter fechado o top 10 na disciplina de BMX, Bruno Machado subiu hoje um degrau na corrida de XCO, terminando a prova na nona posição, a 3m57s do vencedor, o mexicano José Gerardo Ulloa. Este resultado deu 15 pontos a Portugal, permitindo à equipa masculina lusa subir quatro posições na geral, ocupando agora o 14.º lugar. A Colômbia lidera.

No setor feminino, Ana Silvestre concluiu a competição de XCO praticamente no primeiro terço da classificação, no 12.º lugar, a 5m51s da checa Barbora Prudkova, que venceu com grande margem sobre toda a concorrência. Na geral, Portugal subiu um posto, estando agora na 26.ª posição. A Dinamarca comanda, mas tem apenas dez pontos de vantagem sobre a República Checa e sobre o Equador. O balanço da ciclista foi positivo. “Foi uma prova dura, complicada, tive uma pequena queda, mas correu bem. Consegui o 12º lugar e fiquei muito contente com o meu resultado. É um bom lugar para uma competição a este nível. Na prova de estrada quero estar entre as 10º primeiras, sei que vai ser complicado mas vamos ver”.

Os concursos feminino e masculino de ciclismo nestes Jogos Olímpicos da Juventude terminam na madrugada da próxima sexta-feira, com a disputa das provas de fundo em estrada. Nestas corridas competem todos os corredores inscritos. Ou seja, no setor feminino Portugal estará representado por Ana Lopes e por Ana Silvestre, enquanto que na prova masculina Bruno Machado e Tiago Antunes envergarão as cores lusas.

Na madrugada de domingo encerra o programa de ciclismo dos Jogos Olímpicos da Juventude, com uma corrida que é uma novidade. Trata-se da estafeta, que é duplamente mista, uma vez que cada equipa tem quatro elementos, dois masculinos e dois femininos, e o percurso divide-se em BTT e estrada. A competição inicia-se com BTT, disciplina em que Portugal estará representado por Ana Silvestre e por Bruno Machado, que passarão o testemunho aos companheiros de estrada, Ana Lopes e Tiago Antunes.

Quem regressou hoje à competição em Nanjing foi o mesatenista Diogo Chen. Depois da derrota amarga nos oitavos-de-final da prova de singulares masculinos, Chen compete agora na prova de equipas mistas com a romena Adina Diaconu. No primeiro jogo da fase de grupos, a dupla levou a melhor sobre uma equipa de Singapura por 3-0. Após a vitória da romena no jogo contra Hwee Yee, por 3-0, Diogo Chen bateu com mais dificuldades Jing Yuan Yin, por 3-2 (11-7, 11-5, 9-11, 6-11, 11-7), fechando a dupla luso-romena o encontro no terceiro jogo, na partida de pares, por 3-1 (11-3, 3-11, 11-5, 11-9). Diogo Chen mostra-se esperançado num bom resultado, após o primeiro dia da prova de equipas mistas. “Penso que podemos ir longe, mas  em primeiro lugar penso em passar o grupo como primeiro objectivo.”

Na Natação, Tamila Holub regressou à piscina para a prova de 200m livres, tendo ficado no 28º lugar, falhando assim o acesso à final, com o tempo de 2:06.91. “Correu melhor do que os 800m e fiquei muito próxima do meu recorde pessoal, foi menos de um segundo de diferença, e estou bastante contente porque foi uma prova bem equilibrada. Só faltam os 400m e espero continuar a progredir ao longo das provas”. A prova de 400m livres terá lugar na próxima sexta-feira.

Esta quinta-feira serão oito os atletas em prova. Aqui fica o calendário para amanhã:

Prova

Atleta

Hora Local

Hora Portugal

Triatlo – Estafeta Mista

Europa 4 – Amber Rombaut (BEL); Miguel Cassiano (POR); Alberte Kjaer Pedersen; Omri Bahat (ISR)

09:00

02:00

Natação – 800m Livres – Eliminatórias

Rafael Gil

10:00

03:00

Vela – Byte CII

Mafalda Pires de Lima

11:00

04:00

Vela – Byte CII

Rodolfo Pires

11:00

04:00

Judo – Equipas

Anri Egutidze e Maria Siderot

12:00

05:00

Ténis de Mesa – Equipas Mistas – 2ª ronda

Diogo Chen e Adina Diaconu (ROM)

14:30

07:30

Natação – 800m Livres – Final

Rafael Gil

18:00

11:00

Atletismo – Lançamento do Martelo – Eliminatórias

Ana Fernandes

18:30

11:30

Ténis de Mesa – Equipas Mistas – 3ª ronda

Diogo Chen e Adina Diaconu (ROM)

20:45

13:45

NOTA: A bold as provas que carecem de apuramento para serem disputadas.

Patrocinadores/Parceiros Nacionais