O atleta português Marcos Chuva conquistou hoje a medalha de bronze do salto em comprimento das Universíadas que estão a decorrer em Kazan, Rússia. Esta é a segunda medalha para Portugal no segundo maior evento multidesportivo do mundo.

Marcos Chuva conseguiu ao sexto salto a sua melhor marca do ano, 8,15 metros, que lhe garante também o mínimo B para os Campeonatos do Mundo, que terão lugar também na Rúsisia, mas na capital Moscovo, de 10 a 18 de agosto.

Com o seu último salto, Marcos Chuva ultrapassou por um centímetro o russo Sergey Polyanskiy. A prova foi ganha pelo mexicano Luis Alberto Rivera, com 8,46 metros, o que lhe dá a liderança mundial do ano. Em segundo ficou o russo Alexander Menkov, com 8,42.

Marcos Chuva, de 23 anos, tem um recorde pessoal de 8,34 metros em 2011, ano em que foi 10.º classificado nos Mundiais de Daegu, Coreia do Sul.

Já no início da semana, o judoca André Alves havia alcançado o bronze na categoria de -73 kg. As Universíadas decorrem até à próxima quarta-feira, dia 17, sendo que, entre outros atletas, irá ainda competir o medalhado olímpico Fernando Pimenta, na Canoagem. Pimenta competirá em K1 200m, 500m e 1.000m, já a partir deste sábado, dia 13.

Patrocinadores/Parceiros Nacionais