João Sousa tornou-se, este domingo, no primeiro tenista português a conquistar um troféu do circuito ATP, ao vencer o torneio de Kuala Lumpur, na Malásia, batendo na final o francês Julien Benneteau, quinto cabeça de série.

O número um luso e 77.º da hierarquia mundial deu a volta ao encontro com o gaulês, 33.º, e venceu por 2-6, 7-5, 6-4, ao fim 2h18, com Benneteau a somar a nona derrota em outras tantas finais no circuito principal.

Depois da derrota no set inicial, João Sousa conseguiria contrariar o melhor o jogo de rede de Benneteau, quebrando-lhe o serviço no 11.º jogo do segundo parcial, fechando o “set” em 7-5.

O terceiro e decisivo “set” não poderia ter começado melhor para o vimaranense, que quebrou logo o serviço ao francês, mantendo essa vantagem até final, apesar de ter tido de sofrer bastante como no longuíssimo oitavo jogo, em que salvou diversos pontos de “break”.

No final, João Sousa festejou nas bancadas com o seu treinador Frederico Marques e ainda ouviu o hino português, cantado por umas dezenas de lusos que o apoiaram durante o encontro.

João Sousa, de 24 anos, é o primeiro português a vencer uma final de um torneio do circuito ATP, depois de ter imitado o feito de Frederico Gil, que, em 2010, atingiu o encontro decisivo do Estoril Open.

Num excelente percurso em Kuala Lumpur, João Sousa eliminou, entre outros, o espanhol David Ferrer, primeiro cabeça de série e número quatro do Mundo, e o austríaco Jurgen Melzer, quarto pré-designado.

No final, João Sousa revelou-se muito orgulhoso pelo feito conseguido. “É excelente. Estou muito orgulhoso por ter alcançado este feito inédito, não só na minha carreira, mas também para o ténis português. Sinto-me honrado por poder estar aqui na elite do ténis e realmente estou muito contente por ter alcançado este título”, confessou à agência Lusa o primeiro português de sempre a conquistar um torneio do circuito ATP.

Com este triunfo, João Sousa arrecadou 250 pontos para o ranking ATP, que lhe deverão permitir tornar-se o melhor português de sempre na hierarquia mundial, ultrapassando o 59.º posto de Rui Machado em 03 de outubro de 2011, entrando nos 50 melhores do mundo!

Patrocinadores/Parceiros Nacionais