Não haveria melhor forma de encerrar a participação nestes Jogos Olímpicos da Juventude Nanjing 2014 do que com uma medalha de Ouro e logo ganha pela mais jovem de todos os atletas da Missão Portuguesa, Maria Miguéis Teixeira, atleta do Pentatlo Moderno, de apenas 14 anos.

No último dia de competição para Portugal (ainda haverá finais de algumas modalidades amanhã mas sem a presença de qualquer atleta nacional), foi assim conquistada a quarta medalha para a Missão nacional, a segunda de ouro. Na prova de equipas mistas (equipas de dois atletas), Maria Miguéis Teixeira fez dupla com o ucraniano Anton Kuznetsov, enquanto Daniel Lopes emparelhou com a alemã Anna Matthes. E a prova nem começou da melhor forma, dado que na prova inicial de Esgrima, Maria Miguéis Teixeira e o seu parceiro ucraniano não fizeram melhor do que o nono lugar, resultado de 24 vitórias e 22 derrotas somando 210 pontos. Um resultado que rapidamente retificariam, na prova de Natação, onde foram segundos classificados, somando 345 pontos, o que deixava a dupla próxima dos lugares da frente.

De regresso à Esgrima, para o combate final, a dupla luso-ucraniana venceu e aumentou a sua pontuação nesta prova de 210 pontos para 276, o que fez a equipa terminar a Esgrima no oitavo lugar, subindo para o 4º lugar da geral antes da derradeira prova, o combinado Corrida e Tiro.

Com o sonho de atingir uma medalha, a jovem atleta nacional partiu muito forte na prova de corrida deixando para trás toda a concorrência, terminando em conjunto com Anton Kuznetsov na frente, com o tempo de 11:57.05, mais de três segundos de avanço da dupla que ficou no segundo posto. Nesta prova a dupla luso-ucraniana conquistou 583 pontos, atingindo na geral os 1204 pontos que valeram o Ouro à mais jovem atleta portuguesa em Nanjing e ao ucraniano Anton Kuznetsov, de 17 anos.

Em segundo lugar ficou uma dupla composta por uma atleta húngara e um atleta mexicano, que ficou a apenas 3 pontos da equipa com Maria Miguéis Teixeira, com 1201 pontos, fechando o pódio uma dupla italo-coreana, com 1183 pontos.

A menos de uma semana de completar quinze anos (faz anos no próximo dia 2 de setembro), Maria Miguéis Teixeira teve nesta medalha de Ouro uma prenda antecipada. A jovem de Vila Real estava eufórica no final. “Nem sei descrever o que sinto neste momento. Não estava minimamente à espera. Trabalhei um ano inteiro para um bom resultado mas nunca pensei que poderia ser possível ganhar uma medalha, quanto mais de ouro. Lembro-me de ver a imagem das medalhas no Facebook, pensando que seria algo impensável.”.

Foi um dia de fortes emoções para a atleta do Clube Natação Interior Norte, mas acima de tudo de muito esforço e trabalho. “Foi muito intenso disputar todas as provas num só dia, um enorme esforço físico, que acabou da forma ideal. A Esgrima, onde sou menos forte não correu mal, a natação correu dentro do meu normal, mas foi na corrida e tiro que me superei e que foi determinante para vencermos o ouro”.

Depois desta conquista, Maria Miguéis Teixeira promete continuar o seu percurso. “Vou continuar a lutar, espero conseguir um dia chegar a uns Jogos Olímpicos, pois vivem-se emoções únicas na vida que temos de perseguir. Espero ver a bandeira de Portugal um dia a subir”. (NOTA: a bandeira que subiu no pódio de hoje foi do COI dado que eram equipas de duas nações)

Jorge Campaniço, técnico da jovem lusa, fez um perfil da medalhada de ouro. “É muito dedicada, irreverente e trabalhadora. Tem um grande talento que compensa o facto de ser muito nova e ainda não perceber todas as dimensões do trabalho do treino. Revelou no momento certo o seu potencial, mas tem de perceber que daqui para a frente será cada vez mais difícil, pelo que terá de trabalhar sempre mais e melhor. A Federação, dentro das suas limitadas possibilidades, tem feito um grande esforço para desenvolver novos talentos e temos conseguido bons resultados internacionais, o que nos dá esperança de um futuro mais risonho, que desperte a modalidade no nosso país”.

Daniel Lopes e a alemã Anna Matthes terminaram no 20º posto da geral, com 1119 pontos, fruto de um 18º lugar na eliminatórias de Esgrima, 7º na Natação, 16º na final de Esgrima e 20º no combinado Corrida-Tiro.

Nota final ainda para as participações de Luís Ferreira na prova de Slalom de Canoagem, onde foi desclassificado na primeira eliminatória, e de Ana Fernandes e Jéssica Barreira, na prova de Estafetas 8X100m, tendo ambas ficado pelas eliminatórias.

Portugal encerra assim a sua participação em Nanjing, apesar de relembre-se a competição apenas terminar amanhã. No quadro de medalhas, Portugal conquistou duas de ouro (ambas por equipas, no Judo e Pentatlo Moderno, por Maria Siderot e Maria Miguéis Teixeira), uma de prata (Vela – Rodolfo Pires) e uma de Bronze (Trampolins – Pedro Ferreira), superando o resultado de há quatro anos, na estreia dos Jogos Olímpicos da Juventude, que teve lugar em Singapura 2010, onde conquistou uma medalha de ouro (Triatlo por equipas), um de prata (Taekwondo) e uma de bronze (Natação).

Patrocinadores/Parceiros Nacionais