Diogo Carvalho conquista bronze nos Europeus de Natação de Piscina Curta | Comité Olímpico Portugal

Diogo Carvalho conquistou hoje a medalha de bronze na final dos 200m estilos, no primeiro dia de competição do Campeonato da Europa de piscina curta em Herning, Dinamarca, naquela que é a terceira medalha que Portugal soma na história desta competição.

Na sua 17.ª final em Europeus de piscina curta e por três vezes ter sido quarto classificado, o nadador português quebrou a malapata e garantiu o terceiro lugar com a marca de 1:54.89, acima do recorde nacional de 1:54.58 que está na sua posse desde os Europeus de Istambul em 2009.

Diogo Carvalho entrou muito forte e passou em primeiro lugar no final do percurso de bruços, mas no derradeiro trajeto o alemão Philip Heintz e o sueco Simon Sjoedin conseguiram superiorizar-se e alcançaram, respectivamente, as medalhas de ouro (1:53.98) e prata (1:54.28). Nas eliminatórias, o atleta do Galitos apurou-se para a final com o quinto melhor tempo (1:55.64).

Com o bronze de Diogo Carvalho, Portugal conquista a sua terceira medalha na história de participações em Europeus de piscina curta, depois de José Couto ter alcançado, na edição de 2009 (Jamor), a prata nos 200m bruços e o bronze nos 100m bruços.

Carlos Almeida garantiu o apuramento para a final dos 100m bruços, agendada para amanhã à tarde, ao garantir o oitavo melhor tempo nas meias-finais em 58.22, muito próximo do recorde nacional de 58.19 que está na sua posse desde os Europeus de Chartres de 2012. O brucista português fez o 13.º melhor tempo das eliminatórias em 58.76.

Alexandre Agostinho foi 17.º classificado nas meias-finais dos 50m livres com a marca de 22.07, acima do tempo obtido nas eliminatórias de 21.89. O recorde nacional de 21.64 está na sua posse desde os Europeus de Istambul e Nacionais em Santo António dos Cavaleiros de 2009. O acesso à final fechou em 21.68.

Durante as eliminatórias da manhã, Alexis Santos ficou à porta da final nos 200m estilos ao ser 11.º classificado com o tempo de 1:56.51, abaixo do anterior recorde pessoal 1:58.10. O acesso às meias-finais fechou em 1:56.21.

Pedro Oliveira também ficou a um lugar de se apurar para a final com o 11.º lugar nos 200m costas em 1:54.74, a 12 centésimos (1:54.62) da última vaga de acesso.

Ana Catarina Monteiro foi 16.ª nos 200m mariposa com 2:11.02 – apuramento para a final fechou em 2:08.69 -, enquanto Ana Rodrigues terminou os 50m bruços em 31.67, correspondente ao 33.º posto – o acesso às meias-finais fechou em 31.16.

TEXTO: Federação Portuguesa de Natação

Patrocinadores/Parceiros Nacionais