As celebrações do Dia Olímpico concluíram-se em Portugal com o desenvolvimento de 22 atividades, distribuídas por 16 localidades, e 12.034 participantes, apoiados por 25 atletas olímpicos.

O ponto alto das celebrações aconteceu no dia 23 de junho, na Madeira, entre o cais do Funchal e a Praça do Povo, onde decorreu uma estafeta composta pelas 13 modalidades olímpicas que já tiveram a participação de atletas madeirenses, culminando com o hastear da Bandeira Olímpica, a cargo do atleta olímpico João Rodrigues, detentor do recorde de participações olímpicas portugueses (7), entre Barcelona’1992 e o Rio de Janeiro’2016.

Para assinalar a data, em 2017, o Comité Olímpico de Portugal (COP) lançou o desafio ao Município de Almada e à Região Autónoma da Madeira, tendo-se também associado a diversas outras iniciativas, muitas delas a culminar as atividades letivas de escolas que integram o Programa de Educação Olímpica.

Destacam-se assim as ações realizadas a 23 de junho na Região Autónoma da Madeira e nos dias 4, 5, 15 e 16 de maio na cidade de Almada, onde cerca de 2.000 crianças do 1.º ciclo participaram numa manhã repleta de atividades desportivas.

Na Madeira foram mais de 500 os jovens que tiveram oportunidade de praticar Andebol, Atletismo, Badminton, Canoagem, Equestre, Esgrima, Futebol, Ginástica, Judo, Natação, Ténis de Mesa, Vela e Voleibol.

Foram também muitos os atletas, treinadores, oficiais e dirigentes Olímpicos que marcaram presença no Funchal. Aos atletas Afonso Domingos (Vela), João Neto (Judo), Nuno Barreto (Vela), David Fernandes (Canoagem), João Rodrigues (Vela), Marco Vasconcelos (Badminton), Paula Saldanha (Judo), Paulo Camacho (Natação) e Ricardo Fernandes (Badminton), juntaram-se os treinadores David Freitas (Badminton), José Gouveia (Vela), António Jorge Fernandes e Ricardo Faria (Ténis de Mesa); e ainda Carlos León (dirigente de Ténis de Mesa), Duarte Santos e Ricardo Fonseca (árbitros de Andebol), José Casanova (líder do comité de arbitragem de Voleibol de Praia); para além do médico José Ramos.

Durante a tarde, na Escola Dr. Horácio Bento Gouveia, no Funchal, as celebrações do Dia Olímpico incluíram a apresentação de dois programas do COP: “Boa Governação e Integridade, duas faces, a mesma moeda”, através do diretor-geral do COP, João Paulo Almeida, e o “Programa de Educação Olímpica” apresentado por Rita Nunes, a diretora do Departamento de Estudos e Projetos do COP.

Posteriormente, a RTP Madeira transmitiu a mesa redonda “Os Valores Olímpicos na RAM”, com a participação de David Gomes, José Manuel Constantino, João Rodrigues e Carlos León.

A concluir o dia foi apresentado, no Museu da Eletricidade, o livro de Vítor Morais, “O Campeão do ping-pong nos Jogos Olímpicos”.

Celebrado oficialmente desde 23 de junho de 1948, o Dia Olímpico é uma das mais importantes datas do Movimento Olímpico, que comemora o nascimento dos Jogos Olímpicos da Era Moderna.

Atualmente, com a participação de mais de 150 Comités Olímpicos Nacionais, realizam-se em todo o mundo muitos milhares de atividades desportivas, exposições, debates e conferências educacionais, com o objetivo de promover a prática desportiva, o bem-estar, a cultura e a educação, através dos valores Olímpicos – Excelência, Amizade e Respeito – e dos três pilares do Dia Olímpico – Mexe-te, Aprende e Descobre.

Veja em anexo o quadro-resumo das atividades realizadas em Portugal.

DO

Patrocinadores/Parceiros Nacionais