Eram 19:02 em Portugal, mais uma hora na Suíça, quando Thierry Henry pronunciou o nome de Cristiano Ronaldo.

A terceira bola de ouro de Cristiano Ronaldo, garantida esta segunda-feira na Gala da FIFA em Zurique, resultou da votação de selecionadores, capitães de seleções e jornalistas de todo o mundo.

O discurso de vitória do capitão português:

“Quero agradecer a todos os que votaram em mim, ao meu treinador, aos meus companheiros, à massa associativa do Real Madrid. Ganhar um troféu desta dimensão é único. Dá motivação para continuar a trabalhar da forma como tenho feito até agora e tentar ganhar mais títulos individuais e coletivos. Agradeço à minha mãe, ao meu filho, aos meus irmãos, ao meu pai que está lá em cima a ver-me. Agradeço também à Seleção de Portugal e a todos os portugueses. É um momento especial. Nunca pensei ganhar três vezes esta bolinha, mas espero não parar por aqui. Quero apanhar o Messi já na próxima época! Não é algo que me tire o sono, mas tenho ambição e quero entrar na história do futebol como o melhor. Dia após dia faço o meu caminho e vou conseguir.”

Quando Cristiano terminou, o filho subiu ao palco, tal como há um ano. “Cristianinho”, como o pai carinhosamente o trata, teve receio de pegar no troféu banhado a ouro e deixou-o nas mãos de CR7. E não podia ficar mais bem entregue!

A melhor jogadora do Mundo é a alemã Nadine Kessler, do Wolfsburgo e da seleção alemã.

O selecionador da Alemanha, Joachim Löw, campeão do Mundo no Brasil-2014, foi eleito por selecionadores, capitães e jornalistas como melhor treinador do ano.

O melhor treinador de equipas femininas é Ralf Kellermann, técnico do campeão europeu Wolfsburgo, título conquistado pela equipa alemã no Estádio do Restelo.

O prémio Puskas, de melhor golo do ano, foi para o ex-portista James Rodríguez, pelo golo marcado no Colômbia-Uruguai do último Mundial (remate de pé esquerdo de primeira, à entrada da área, depois de parar a bola no peito).

O onze da FIFpro, votado por jogadores de todo do mundo, ficou escalado desta forma: Neuer; Philpp Lahm, Sergio Ramos, David Luiz e Thiago Silva; Iniesta, Di María e Toni Kroos; Cristiano Ronaldo, Messi e Robben.

O prémio presidencial da FIFA, atribuído pessoalmente por Joseph Blatter, foi entregue este ano ao jornalista japonês Hiroshi Kagawa, de 90 anos, que fez a cobertura de vários Campeonatos do Mundo.

Os voluntários que trabalharam para a FIFA no Mundial-2014 ganharam o prémio Fair Play.

LISTA DE VENCEDORES BOLA DE OURO FIFA/FRANCE FOOTBALL

2013 – CRISTIANO RONALDO (Real Madrid/Portugal)
2012 – Messi (Barcelona/Argentina)
2011 – Messi (Barcelona/Argentina)
2010 – Messi (Barcelona/Argentina)

LISTA DE VENCEDORES FIFA WORLD PLAYER

2009 – Messi (Barcelona/Argentina)
2008 – CRISTIANO RONALDO (Manchester United/Portugal)
2007 – Kaká (Milan/Brasil)
2006 – Cannavaro (Juventus/Itália)
2005 – Ronaldinho Gaúcho (Barcelona/Brasil)
2004 – Ronaldinho Gaúcho (Barcelona/Brasil)
2003 – Zidane (Real Madrid/França)
2002 – Ronaldo(Inter e Real Madrid/Brasil)
2001 – LUÍS FIGO (Real Madrid/Portugal)
2000 – Zidane (Juventus/França)
1999 – Rivaldo (Barcelona/Brasil)
1998 – Zidane (Juventus/França)
1997 – Ronaldo (Barcelona e Inter/Brasil)
1996 – Ronaldo (PSV Eindhoven e Barcelona/Brasil)
1995 – George Weah (Milan/Libéria)
1994 – Romário (Barcelona/Brasil)
1993 – Roberto Baggio (Juventus/Itália)
1992 – Van Basten (Milan/Holanda)
1991 – Matthäus (Inter/Alemanha)

LISTA DE VENCEDORES “BALLON D’OR” FRANCE FOOTBALL

2009 – Messi
2008 – CRISTIANO RONALDO
2007 – Kaká
2006 – Cannavaro
2005 – Ronaldinho Gaúcho
2004 – Shevchenko
2003 – Nedved
2002 – Ronaldo
2001 – Michael Owen
2000 – LUÍS FIGO
1999 – Rivaldo
1998 – Zidane
1997 – Ronaldo
1996 – Mathias Sammer
1995 – George Weah
1994 – Stoichkov
1993 – Roberto Baggio
1992 – Van Basten
1991 – Jean-Pierre Papin
1990 – Matthäus
1989 – Van Basten
1988 – Van Basten
1987 – Ruud Gullit
1986 – Belanov
1985 – Platini
1984 – Platini
1983 – Platini
1982 – Paolo Rossi
1981 – Rummenigge
1980 – Rummenigge
1979 – Kevin Keegan
1978 – Kevin Keegan
1977 – Allan Simonsen
1976 – Beckencbauer
1975 – Oleg Blokhin
1974 – Johan Cruyff
1973 – Johan Cruyff
1972 – Beckenbauer
1971 – Johan Cruyff
1970 – Gerd Muller
1969 – Gianni Rivera
1968 – George Best
1967 – Florian Albert
1966 – Bobby Charlton
1965 – EUSÉBIO
1964 – Denis Law
1963 – Lev Yashin
1962 – Josef Masoput
1961 – Omar Sivori
1960 – Luis Suaréz
1959 – Di Stéfano
1958 – Raymond Kopa
1957 – Di  Stéfano
1956 – Stanley Matthews

 

TEXTO: Federação Portuguesa de Futebol

 

Patrocinadores/Parceiros Nacionais