O Comité Olímpico de Portugal (COP) organizou esta quarta-feira, em Lisboa, a Convenção Internacional de Segurança no Desporto, na sequência da divulgação do Documento de Orientação sobre Violência, Segurança e Prevenção de Risco no Desporto.

A Convenção Internacional teve como oradores Ana Contreras, subdiretora adjunta do Regime Jurídico Desportivo no Conselho Superior do Desporto, em Espanha; Cathy Long, especialista em comportamento de adeptos em contextos desportivos e antiga chefe de serviços de adeptos na Premier League, em Inglaterra; Christopher Sanchez, diretor do Grupo de Desporto e Entretenimento da PricewaterhouseCoopers; Fred Lord, diretor de operações Anti-Corrupção e Transparência – Unidade de Investigações Especiais, do ICSS; Marie-Françoise Glatz, que participou na redação da nova Convenção do Conselho da Europa sobre uma Abordagem Integrada de Segurança, Proteção e Serviços por ocasião de jogos de Futebol e outras Manifestações Desportivas; e Rodrigo Cavaleiro, comissário na Polícia de Segurança Pública e coordenador do Ponto Nacional sobre Informações de Futebol junto das instituições europeias.

Em discussão, perante uma audiência composta por representantes de autoridades governamentais e policiais, e das federações desportivas, esteve o impacto crescente dos fenómenos de violência associados ao desporto. Na conclusão dos trabalhos, o COP apelou à mobilização de todos os parceiros interessados em implementar um pacote de medidas para suster esta ameaça crescente, como sejam, entre outras, a ratificação da Convenção do Conselho da Europa e a criação de um grupo de coordenação, conforme previsto na Convenção, que implemente a lista de verificações aí definidas, assegurando uma avaliação credível, rigorosa e independente da atual situação nacional (ver documentos em anexo).

Patrocinadores/Parceiros Nacionais