No âmbito das celebrações do Dia Internacional do Desporto para o Desenvolvimento e Paz, que hoje teve lugar, decorreu na sede do Comité Olímpico de Portugal, em Lisboa, uma conferência dedicada ao tema, em que Vítor Serpa, Diretor do jornal A Bola, foi o orador convidado.

Na sua intervenção, Vítor Serpa destacou o papel que o desporto tem como identidade social e cultural entre vários países, em particular os de língua portuguesa, como exemplificou pelos impressionantes números de visitas à pagina na internet do jornal A Bola, provenientes de diferentes países lusófonos, que totalizam 45 milhões de visualizações por mês em acessos de Angola, Brasil, Cabo Verde e Moçambique.

O jornalista e diretor de A Bola fez uma “viagem” pela história do desporto referindo exemplos de integração social ao longo de várias décadas, como a questão racial, que se colocou nos casos da afirmação de Pelé e Eusébio como ícones do desporto-rei no Brasil, em Portugal e no mundo. Apenas uma de muitas “estórias”, muitas delas ligadas às antigas colónias lusas.

A conferência terminou com a intervenção do Presidente do COP, José Manuel Constantino, e com uma frase marcante de Nélson Mandela que sintetiza na perfeição o âmbito desta data: “o desporto pode criar esperança onde antes havia desespero; é mais poderoso que o governo em quebrar barreiras sociais;  o desporto tem o poder de mudar o mundo”.

O Dia Internacional do Desporto para o Desenvolvimento e Paz é uma data que foi instituída pelas Nações Unidas em 2013 e que foi celebrada pela primeira vez no dia 6 de abril de 2014. Foram várias as iniciativas a assinalar a data um pouco por todo o mundo.

A escolha do dia 6 de abril para a celebração desta data deveu-se ao facto de ter sido este o dia da cerimónia de abertura dos primeiros jogos da era moderna em 1896, em Atenas, pelos estados-membro das Nações Unidas.

O COI e as Nações Unidas têm um compromisso de longa data de promoverem o desporto como uma ferramenta de mudança social, tendo trabalho em conjunto em variadissimos projetos, onde se incluem a organização do Fórum Internacional do Desporto para o Desenvolvimento e Paz, que se realiza a cada dois anos. Desde 2009, o COI passou a deter o estatuto de observador das Nações Unidas.

Este Dia Internacional do Desporto para o Desenvolvimento e a Paz é um complemento ao Dia Olímpico, celebrado anualmente a 23 de junho em todo o mundo, onde milhões de pessoas participam em atividades várias, promovidas por cada Comité Olímpico nacional.

Mais informação sobre esta celebração

 

Patrocinadores/Parceiros Nacionais