O Comité Olímpico Internacional (COI) anunciou esta sexta-feira a criação de um fundo no valor de dois milhões de euros para o desenvolvimento de programas de auxílio aos refugiados. “Estamos todos sensibilizados com as terríveis histórias e notícias dos últimos dias. Com esta crise a afetar o Médio Oriente, África e Europa, o desporto e o movimento olímpico querem ter o seu papel na ajuda humanitária aos refugiados, através da criação de um fundo”, disse Thomas Bach, presidente do COI, através de comunicado.

Os Comités Olímpicos Nacionais e outras partes interessadas poderão submeter projetos ao COI para aceder a estes fundos. O fundo será composto por cerca de um milhão do COI e cerca de outro milhão da Solidariedade Olímpica.

“Por causa da natureza da crise, o fundo será distribuído rapidamente, pois estamos aptos a trabalhar no terreno com os Comités Olímpicos nacionais para que a ajuda aos refugiados chegue o mais depressa possível”, reforçou Bach. A organização conta com a colaboração da ONU e da sua estrutura de apoio aos refugiados (ACNUR).

Patrocinadores/Parceiros Nacionais