Buenos Aires está a preparar-se para surpreender e elevar o nível de organização dos Jogos Olímpicos da Juventude’2018, com a introdução de quatro parques que visam aumentar o número de jovens participantes em eventos distribuídos por toda a cidade – foi esta a conclusão a que chegou a Comissão de Coordenação do Comité Olímpico Internacional (COI), de visita à capital da Argentina pela quarta vez.
Para maximizar a participação pública, o Comité Organizador dos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires’2018 confirmou que o acesso aos quatro parques será gratuito e os participantes poderão experimentar uma fusão de festivais de alta competição, música, cultura e artes, programas de iniciação de algumas modalidades e de educação.
Os membros da Comissão do COI ficaram particularmente impressionados com os diferentes estilos e abordagens oferecidos em cada parque: Verde, Urbano, Tecnopolis e Olímpico da Juventude. O objetivo desta abordagem inovadora é utilizar zonas abertas e organizar competições em locais urbanos onde as pessoas se reúnem naturalmente. Como parte da atualização do sistema “YOG Event Management”, uma nova maneira de co-construir o evento entre a cidade anfitriã, as Federações Desportivas Internacionais e os promotores locais está a tornar-se pioneira em Buenos Aires 2018, de modo a que possa tornar-se um modelo para o futuro. Para além de este ser um programa mais equilibrado em termos de género, está a mudar-se para um ambiente fundamentalmente urbano e focado na juventude.
A Comissão de Coordenação do COI aprovou a lista de atividades a serem realizadas em cada parque e o squash e o pólo foram confirmados como desportos de exibição, dando expressão ao conceito “Sports Lab”, lançado em Nanjing’2014.
A iniciação ao desporto, conceito desenvolvido também em edições anteriores dos Jogos Olímpicos da Juventude, segundo o qual as pessoas podem experimentar a prática, envolverá 30 modalidades, incluindo, entre outras, ténis de mesa urbano, bossabol, patinagem freestyle e beisebol/softball. A juventude local terá mesmo a oportunidade de entrar em alguns dos recintos de jogo dos Jogos Olímpicos da Juventude, após as competições, e a desfrutar de sessões gratuitas “Train with Champion” com atletas olímpicos.
Os membros da Comissão de Coordenação do COI também ficaram particularmente impressionados com os projetos de mobilização de jovens, que estão a ocorrer por toda a cidade. Mais de 1.000 eventos desportivos e culturais foram realizados em escolas e bairros. Exemplos recentes incluem o lançamento de um mural de 55 metros de altura, da campeã olímpica de judo, Paula Pareto, que envolveu escolas locais, e o festival do Dia Olímpico, que teve 44 modalidades diferentes para o público experimentar.
O presidente da Comissão do COI, Li Lingwei, disse: “Estamos muito satisfeitos por ver Buenos Aires’2018 envolver centenas de milhares de pessoas em toda a cidade e esperamos que isso possa ser extensível a todo o país nos próximos meses. De acordo com o espírito dos Jogos, os organizadores envolvem ativamente jovens em projetos-chave, como os pictogramas, criação de slogans e design de mascotes, e a apresentação de modalidades. Isso não só os qualifica, como permite aos jovens criarem o seu próprio legado em torno dos Jogos.”
Os membros da Comissão visitaram o Parque Olímpico da Juventude, o principal projeto de construção dos Jogos, que está em andamento e cuja conclusão se prevê que aconteça antes do prazo, no final de 2017. Os Jogos Olímpicos da Juventude têm sido um importante catalisador para o projeto de renovação social e urbana do sul da cidade, que compreende a Aldeia Olímpica da Juventude e o Centro Olímpico da Juventude, uma nova instalação que acolherá 15 das 32 modalidades e assegurará que mais de 50% dos atletas possam deslocar-se a pé até aos locais de competição. Em termos de legado, a Aldeia Olímpica tornar-se-á habitação a preços acessíveis e o Centro Olímpico da Juventude passará a funcionar como o novo centro de alto rendimento da Argentina.
Leando Larrosa, diretor-executivo de Buenos Aires’2018, disse: “É uma grande honra co-construir com o COI um evento que promove o Olimpismo em todo o mundo e nos dá experiência na coordenação das atividades do Movimento Olímpico.”
Gerardo Werthein, presidente do Comité Organizador local, disse: “Buenos Aires’2018 terá uma abordagem inovadora e moderna. Em vez de esperar que os jovens venham ao encontro do desporto, os Jogos terão como objetivo levar o desporto, a cultura e a educação a milhares, e envolvê-los através de atividades interativas. Será um evento aberto para que todos possam desfrutar e terá um forte foco na sustentabilidade “.

Os Jogos Olímpicos da Juventude terão lugar em Buenos Aires, Argentina, entre 6 e 18 de outubro de 2018.

Patrocinadores/Parceiros Nacionais