A canoísta olímpica Beatriz Gomes defendeu hoje a sua tese de Doutoramento, que foi aprovada por unanimidade com distinção, tendo assim concluído com sucesso o seu Doutoramento em Ciências do Desporto pela Universidade do Porto. A Faculdade de Desporto foi o palco da concretização deste importante título académico de uma atleta que continua no ativo e em busca do apuramento para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Com o título “Biomechanical Determinants of Kayak Paddling Performance in Single-Seat and Crew Boats”, a sua tese teve como tema um assunto ligado à modalidade que lhe pode valer a terceira presença em Jogos Olímpicos, depois de ter estado em Pequim’2008 e em Londres’2012.

A tese é composta por 5 artigos científicos com publicação internacional indexada e revista entre pares e 6 outros estudos apresentados em congressos científicos nacionais ou internacionais, ou publicados em periódicos científicos internacionais indexados e revistos entre pares, mas constituindo produção científica complementar.

“É uma tese sobre biomecânica/estudo das forças propulsivas e resistidas em canoagem”, explicou em declarações ao jornal Record. “Esta tese exigiu muita pesquisa, muito trabalho experimental e recolha de dados. Desde 2010 que trabalho nela. Não era suposto demorar tanto tempo a apresentá-la, mas só agora é possível fazê-lo. Conciliar muita coisa…”, desabafou Beatriz Gomes, a canoísta, mãe e professora universitária em Coimbra.

“Sempre procurei conciliar as várias atividades. Não estou a colocar nada de lado [preparação olímpica]. Pode dar-se o caso de em determinados momentos estar mais focada numa coisa em detrimento de outra, mas depois compenso”, disse.

Perante uma plateia repleta de familiares e amigos, Beatriz Gomes venceu mais este desafio a que se propôs. A tese foi orientada pelo Prof. João Paulo Vilas Boas, Professor Catedrático da FADEUP e Membro da Comissão Executiva do COP, e por Mário Vaz (Professor Associado com Agregação da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto). Destaque para a presença no júri do norte-americano David Pendergast, professor catedrático da Universidade de Buffalo, em Nova Iorque.

 

Artigos Relacionados

Patrocinadores/Parceiros Nacionais