FKH0938

É o grande evento desportivo do ano na Europa. Organizado pelos Comités Olímpicos Europeus (EOC), reunirá mais de 6000 atletas, 50 Países Participantes e 20 Modalidades. Baku, capital do Azerbaijão, será a capital do desporto europeu, de 12 a 28 de junho. Portugal irá estar presente com 101 atletas em 14 modalidades distintas. Será a primeira edição dos Jogos Europeus. O Velho Continente era o único que não tinha uns jogos continentais, ao contrário do que se passa na América, África, Ásia ou Oceânia. A um ano dos Jogos Olímpicos do Rio 2016, este será o último grande momento multidesportivo no calendário, e uma oportunidade única de ficar na história de um evento que se espera cimente raízes no calendário desportivo do Velho Continente.

Nesta primeira edição dos Jogos Europeus, estima-se a participação de mais de 6.000 atletas, de 50 Comités Olímpicos europeus, num evento que contará com 20 desportos distintos, 16 dos quais olímpicos. Destaque para algumas disciplinas novas, como o Basquetebol 3X3, Futebol de Praia, Karaté e Sambo, para além Atletismo, Badminton, Boxe, Canoagem, Ciclismo, Esgrima, Ginástica, Judo, Lutas Amadoras, Natação, Taekwondo, Ténis de Mesa, Tiro, Tiro com Arco, Triatlo e Voleibol. No total, estarão em disputa 253 eventos de medalha em 18 locais de competição: cinco estádios novos de top, sete infraestruturas remodeladas e seis arenas temporárias. A título de curiosidade, referência ainda para o facto de 234 profissionais do BECOG serem provenientes do comité organizador dos últimos Jogos Olímpicos de Londres 2012, o que é exemplificativo do grau de exigência e de competência que estes Jogos Europeus envolvem.

O apuramento para os Jogos Olímpicos Rio 2016 é precisamente um dos maiores pontos de interesse destes Jogos Europeus. Serão 12 as modalidades que irão ajudar a definir direta ou indiretamente o apuramento olímpico. Se indiretamente será através da atribuição de pontos para os rankings mundiais das modalidades em causa (Atletismo, Boxe, Ciclismo, Judo, Lutas Amadoras, Natação, Taekwondo, Tiro com Arco e Voleibol) nos casos do Ténis de Mesa, Tiro, Tiro com Armas de Caça e Triatlo, os vencedores de cada uma das provas carimbará automaticamente o seu passaporte para o Rio, o que faz prever a presença dos melhores atletas europeus de cada uma destas modalidades.

E no caso do Judo e das Lutas Amadoras, Baku será simultaneamente o palco dos Jogos Europeus e do Campeonato da Europa destas modalidades. Um fator extra de interesse!

 

As mascotes e os Guardiões da Chama

Tal como noutros eventos desta envergadura, também os Jogos Europeus têm as suas mascotes. A gazela Jeyran e a romã Nar refletem a orgulhosa história do país e o seu futuro promissor. Jeyran é o embaixador cultural dos Jogos, oferecendo aos visitantes um olhar sobre o rico património do Azerbaijão. Do alto das montanhas do Cáucaso às margens do Mar Cáspio, Jeyran guiará os visitantes de todo o país, mostrando-lhes tudo o que o Azerbaijão tem para oferecer. Jeyran, a palavra do Azerbaijão para a gazela, é um símbolo da beleza natural do país, graça e pureza, uma vez que a gazela é uma espécie protegida no Azerbaijão.

Nar é amante do sol, uma romã brincalhona que cresceu fora da cidade de Goychay. Cheio de vida e energia, Nar adora praticar novos desportos e estará envolvido em toda a ação dos dos Jogos Europeus. A romã simboliza a unidade do folclore do Azeri, e simboliza fortemente o colorido de Baku 2015.

Por fim, referência aos voluntários sem os quais este evento não seria possível. Apelidados de Guardiões da Chama, serão mais de 12.500 no momento do arranque da competição. As tarefas que irão desempenhar são chave para o sucesso dos Jogos, destacando-se papéis como assistir os atletas e dignitários, trabalhar nas provas desportivas, ou dar assistência aos espectadores e jornalistas. Como contrapartida da sua contribuição para o sucesso do evento, os Guardiões da Chama terão transporte gratuito entre todos os locais de competição, uniformes, refeições e telecomunicações.

Artigos Relacionados