E dezassete dias depois, chegou ao fim a festa do desporto do Velho Continente. Baku foi o palco de todas as atenções do desporto europeu entre 12 e 28 de junho. Para assinalar o encerramento da primeira edição do evento multidesportivo, que reuniu alguns dos melhores atletas europeus, um momento de grande espectáculo.

O Estádio de Baku encheu com 68 mil pessoas para receber uma cerimónia que teve como objetivo homenagear os 6 mil atletas e 12 mil voluntários que foram o centro destes Jogos. O espectáculo, dirigido por James Hadley, Diretor Artístico Sénior do Cirque du Soleil, que conta com mais de 25 anos de experiência na produção e concepção de grandes eventos, promoveu a viagem por alguns dos momentos da história do país anfitrião destes Jogos Europeus.

A bandeira lusa voltou a desfilar, depois de ter subido por 10 vezes em Baku, graças a outras tantas medalhas conquistadas. Telma Monteiro foi a porta-estandarte, ela que ganhou a medalha de Ouro no Judo, a terceira desta cor para Portugal.

Mais de dez mil fogos de artifício iluminaram a noite de Baku, num espectáculo pirotécnico de pasmar. Uma forma de garantir que a chama que hoje se apagou continua acesa no coração da população azeri e de todos aqueles que fizeram parte destes Jogos Europeus. A cerimónia envolveu 1600 voluntários de 17 nacionalidades.

Artigos Relacionados

Morrer na praia
27.06.2015
Lisboa2Baku
10.04.2015

Patrocinadores/Parceiros Nacionais